Goiás derrota Goianésia com gols de falta e segue na luta pela liderança estadual
Goiás derrota o Goianésia e assume a ponta da tabela no Goianão. (Foto: Divulgação/Goiás E.C)

Os meio-campistas foram os destaques da vitória do Goiás em cima da equipe do Goianésia no estádio da Serrinha, nesse sábado (04). A vitória garantiu o Verdão na liderança provisória do Grupo A, isso porque o Vila Nova ainda não jogou na rodada e pode ultrapassar o Goiás em caso de vitória.

O principal jogador da partida foi o meia Juan, que marcou dois gols, um de falta e um de pênalti, deixando o Goiás com ampla vantagem no marcador. Tiago Luís, também cobrando falta, e Jean Carlos, marcaram os outros gols da equipe esmeraldina por 4 a 2. O Azulão do Vale descontou com Fábio da Silva e Márcio Bispo.

Com a vitória, o Goiás chegou aos 14 pontos na tabela e na primeira colocação do Grupo A. O Goianésia segue com 8 pontos ganhos, na 4ª colocação do Grupo B, três a menos que os líderes do grupo, Atlético-GO e Aparecidense. 

A próxima partida do Goiás será pela Copa do Brasil. O Verdão enfrentará a equipe do Cuiabá, ás 19h30, na quarta-feira (08), no estádio Serra Dourada. Pelo Goianão, o Verdão volta à campo no próximo sábado (11), ás 16h, no clássico contra o Atlético-GO, também no Serra Dourada.

Golaços de falta marcam o primeiro tempo na Serrinha

O Goiás já não vinha jogando tão bem nas últimas partidas e no começo da partida, o time começou a sentir dificuldades nesse aspecto. O Goianésia era mais rápido para criar jogadas, principalmente com o atacante Michael, que teve a primeira chance em boa jogada individual, obrigando Marcelo Rangel a fazer boa defesa.

A equipe da casa criou sua primeira chance em chute violento do lateral Pedro Bambu de fora da área em que o goleiro Luan fez boa defesa. Minutos depois, o Verdão ganhou boa falta próximo da área e o meia Juan bateu com muito capricho. A bola tocou no travessão antes de entrar para o gol.

Na frente no placar, o time esmeraldino se sentiu mais a vontade no jogo e esperava outra oportunidade de gol surgir. O Goianésia seguia criando suas principais jogadas com Michael, que quase marcou em outra jogada individual, só que o chute foi pela rede do lado de fora.

Até que outra falta para o Goiás surgiu, dessa vez, de mais distância. Tiago Luís e Juan estavam posicionados para a cobrança e poucos imaginavam que a bola poderia acabar dentro do gol, mas um chute potente de Tiago colocou a bola dentro do gol de Luan. Era o segundo gol esmeraldino.

O Goianésia se perdeu após o segundo gol e o Goiás passou a dominar as principais ações da partida até o apito final do primeiro tempo. A torcida se empolgou e esperava mais gols na etapa final.

Goiás amplia o placar, mas relaxa no final e vê Goianésia diminuir

O segundo tempo da partida mostrava um time esmeraldino bem mais compacto entre meio campo e ataque. Logo no início, Juan deu bom passe para Aylon na entrada da área, mas o atacante bateu mal e mandou por cima do gol do goleiro Luan.

A equipe do Azulão recebeu uma chance incrível nos pés de Dinei após passe magistral de Juliano, mas o atacante pegou mal na bola e mandou longe do gol de Marcelo Rangel. Depois disso, Juan entrou em ação novamente, aplicou belo drible em Robson Alemão e foi derrubado por ele. Pênalti marcado ao Verdão e convertido pelo próprio Juan. 

Bastou mais alguns minutos se passarem para o Goiás chegar ao quarto gol. Pedro Bambu cruzou rasteiro na área, a bola passou por todos e sobrou para Patrick, ele olhou para a área e deixou para Jean Carlos pegar de primeira e soltar um balaço para o fundo do gol.

Com o resultado na mão, o Goiás diminuiu o ritmo e abriu espaço para o Goianésia começar a gostar do jogo. Após cobrança de escanteio, o zagueiro capitão do Azulão, Fábio da Silva, subiu mais alto que todos e cabeceou para o fundo da rede, diminuindo o placar.

O segundo gol quase saiu com Michael, que saiu cara a cara com o goleiro Marcelo Rangel e tocou na saída do goleiro, mas a bola foi pra fora. Se não saiu com o pequeno atacante do Azulão, saiu com Márcio Bispo, que após pegar a sobra de bola de fora da área, mandou um chute forte no ângulo de Rangel e fez o segundo.

Mesmo com uma reação rápida, não deu tempo de mais nada e a vitória esmeraldina foi confirmada. Apesar dos três pontos, alguns torcedores se manifestaram pedindo a saída do treinador Gilson Kleina com gritos e faixas no estádio da Serrinha.

VAVEL Logo