Sport atropela Juazeirense e garante classificação antecipada na Copa do Nordeste
Foto: Williams Aguiar/Sport

O Sport estava devendo uma boa apresentação na temporada. Diante da Juazeirense, na noite deste sábado (11), na Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco, pela quinta rodada do Grupo C da Copa do Nordeste, os leoninos precisavam se impor para diminuir as críticas em relação ao futebol do time. A equipe rubro-negra conseguiu corresponder às expectativas e garantiu uma goleada com tranquilidade, por 5 a 0, diante da Juazeirense. Ronaldo Alves, André (2x) e Rogério (2x) foram os autores dos gols do Leão.

Com o resultado desta noite, o Sport volta à liderança do Grupo C da Copa do Nordeste, com 13 pontos. A pontuação deixa o Leão bem tranquilo e classificado para próxima fase, restando apenas a luta pelo primeiro lugar. A Juazeirense fica na terceira colocação, com apenas três pontos, mesma pontuação do Sampaio Corrêa, que supera o Cancão de Fogo nos critérios de desempate. O segundo lugar pertence ao River-PI, com dez pontos.

A sexta rodada da Copa do Nordeste será realizada apenas no próximo dia 22 de março. O Sport vai entrar em campo na quarta-feira (22) para fazer um duelo com o Sampaio Corrêa, às 21h45, no Castelão, em São Luís, no Maranhão. Já a Juazeirense vai receber o River-PI, no mesmo dia e horário, no Adauto Moraes, em Juazeiro, na Bahia.

Com duas penalidades e superioridade, Leão abre vantagem diante do Cancão de Fogo

O confronto começou com o Sport tentando mostrar imposição diante de uma Juazeirense já sem qualquer chance de classificação. Mostrando boa movimentação no setor ofensivo, o Leão foi encontrando espaços para levar perigo e ficar perto de abrir o placar, que quase aconteceu aos dois minutos, quando Leandro Pereira invadiu a área pela direita, recebeu livre e chutou cruzado para boa defesa do goleiro Otávio Passos.

Diante da boa movimentação leonina, os visitantes foram encontrando dificuldade na marcação para evitar as chegadas perigosas. Aos cinco minutos, Ronaldo Alves perdeu uma grande chance, pois subiu sozinho na entrada da pequena área e cabeceou em cima do goleiro Otávio Passos. O zagueiro, entretanto, não desperdiçou aos oito minutos. Rodrigo foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Ronaldo Alves pegou a bola e chutou firme, com tranquilidade, tirando qualquer oportunidade de defesa e fazendo a festa dos rubro-negros.

A Juazeirense até que tentou ensaiar uma reação e teve boa oportunidade depois de uma falha na saída de jogo, quando Ronaldo Alves errou e Júnior Chicão ficou de frente para meta, mas Durval salvou. A noite, no entanto, era dos rubro-negros e foi com mais um pênalti que o placar aumentou. Mena cobrou falta pela direita e o zagueiro Michel colocou a mão na bola. Os leoninos pediram e André foi para cobrança, chutando no canto direito do goleiro Otávio Passos, que foi para o lado oposto, e garantindo a festa da torcida rubro-negra.

Insatisfeito com o desempenho de seu time, o técnico Carlos Rabelo tirou o volante Júnior Gaúcho para colocar Everlan. Os leoninos continuaram mandando na partida e chegando com bastante perigo, mesmo diminuindo o ritmo com o passar do tempo. Sem sofrer sustos e com controle total, os rubro-negros pecaram no preciosismo para aumentar o placar. Assim, o primeiro tempo foi encerrada no 2 a 0 para os donos da casa.

Sport continua com superioridade, marca mais três e goleia a Juazeirense

Para o segundo tempo, o técnico Daniel Paulista resolveu manter a mesma formação da primeira etapa, enquanto o técnico Carlos Rabelo preferiu tirar o atacante Júnior Chicão para colocar Diego Ceará. Com a bola rolando, o Leão continuou com muita superioridade frente ao Cancão de Fogo, que não mostrava forças para buscar uma reação. André recebeu na frente da área e tentou aumentar a vantagem, porém, foi desarmado pela defesa.

A forte chuva que começou a cair na Ilha do Retiro, fez a torcida se animar e o Leão aumentar um pouco o ritmo, chegando com mais perigo. Fábio recebeu livre na grande área, mas escorregou no momento do chute. Depois, Leandro Pereira subiu mais que a defesa para cabecear para fora. Se já estava difícil para o Cancão de Fogo, tudo complicou ainda mais aos 11 minutos, quando Patrik deixou a sola da chuteira na coxa do meia-atacante Fábio e recebeu cartão vermelho direto.

Buscando manter a boa movimentação e o amplo domínio, o técnico Daniel Paulista optou por fazer duas alterações, tirando o volante Ronaldo e o meia-atacante Everton Felipe para colocar Neto Moura e Rogério, respectivamente. Mas foi André quem balançou as redes novamente. Rogério fez boa jogada pela esquerda e cruzou para o atacante cabecear na trave direita, no entanto, ele pegou o rebote e chutou para o fundo das redes, garantindo a festa da torcida rubro-negra.

Com a grande vantagem e sem sofrer qualquer susto, o Leão continuou trabalhando no setor ofensivo durante todo o tempo, buscando balançar as redes mais vezes para construir um bom saldo de gols. Leandro Pereira desperdiçou algumas chances e Rogério deu bastante trabalho ao goleiro Otávio Passos, que nada pôde fazer aos 43 minutos, quando o atacante dominou bem na entrada da área e chutou forte, no ângulo, garantindo a festa rubro-negra.

O atacante Rogério entrou muito bem na partida e ainda encontrou tempo para fazer mais um, aos 47, quando recebeu de Neto Moura, entrou na área livre e chutou cruzado, para delírio do torcedor leonino. Desta maneira, o confronto foi encerrado no 5 a 0 para os donos da casa.

VAVEL Logo