Pela liderança, Santa Cruz e Campinense medem forças em confronto direto no Arruda

Buscando a classificação às quartas de finais da Copa do Nordeste 2017, o Santa Cruz enfrenta o Campinense nesta quarta (22) às 21h45, no estádio do Arruda, em Recife-PE, pela 6ª e última rodada da fase de grupos. No confronto anterior entre as equipes nessa mesma edição, empate em Campina Grande. Se o resultado se repetir, as duas equipes passarão à próxima fase do regional.

A Cobra Coral vem de um ótimo resultado no Campeonato Pernambucano, tendo vencido o Central por 5x1 em uma atuação ofensiva que convenceu a torcida tricolor. Dependendo de um empate para classificar, o Tricolor quer aproveitar o fator campo para conquistar os três pontos e a liderança do Grupo A.

Já a Raposa vem de um empate sem gols no clássico contra o Treze pelo Campeonato Paraibano, que o distanciou ainda mais do líder Botafogo-PB. Contudo, a classificação está praticamente garantida. Na Copa do Nordeste, já classificado, a missão da equipe paraibana é manter a liderança do grupo.

Tricolor sem muitas novidades

A base, que venceu bem o último compromisso, não deve ter grandes alterações. Em entrevista concedida depois da atividade realizada pela manhã, o comandante tricolor Vinicius Eutrópio garantiu que sua única dúvida estava na definição do companheiro de zaga de Anderson Salles, que fica entre Jaime e Bruno Silva. A presença de Salles de titular é justificada não só pela consistência em campo, mas também por marcar gols.

"Já tenho definido, mas vou conversar com os três, que são titulares do time. Cada um sabe que tem o grau de importância em determinados momentos do jogo, contudo Salles está mantido pelo que ele já vem apresentando, sendo exímio cobrador de falta frontal e lateral. O resto do time, porém, é o mesmo", explicou o treinador.

Com possibilidade de começar jogando, Bruno está recuperado de um cansaço muscular apresentado na semana passada. O jogador treinou normalmente e é opção para ficar no banco. Outro que possivelmente seria desfalque, por sair sentindo dores ante o Central, é Thomás, mas o problema não preocupa e o meia está mantido.

O goleiro Júlio César, contratado esta temporada para substituir Tiago Cardoso que foi ao rival Náutico, elogiou seus companheiros de defesa e ressaltou a importância deles para o grupo. Para o arqueiro, pouco é importante quem seja escolhido, porque todos tem qualidade, já que o Mais Querido sofreu apenas nove gols em 2017.

"Eu, que sou goleiro, fico muito tranquilo independentemente da qual a dupla de zaga que jogue, porque estão dando conta do recado. Cada um tem sua característica. Jaime tem mais de pegada, já Bruno é mais técnico. Salles também tem característica dos dois, com isso, estamos muito bem servidos na função. Para mim, tanto faz, qualquer um que jogue. O que Vinícius optar, eu tenho certeza que nós estaremos bem servidos", ressaltou.

Caso não sofra baixas de última hora, a Cobra Coral vai ter o máximo de mistério para o embate diante da Raposa com: Júlio César; Vitor, Anderson Salles, Bruno Silva (Jaime) e Tiago Costa; Elicarlos, David, Thomás, Léo Costa e Everton Santos; Halef Pitbull.

Raposa em busca da liderança

Pensando no embate frente ao Santa Cruz, o Campinense treinou na tarde desssa terça (21), no CT Wilson Campos, do Náutico. O técnico Sérgio China conta com a tranquilidade de ver o seu time já classificado na competição e dependendo apenas de um empate ou vitória para manter a primeira colocação.

O técnico da Raposa, que já teve passagens por times pernambucanos na carreira, não deve contar com o meia Filipe Ramon, que sofreu uma lesão que o tirará da equipe por cerca de um mês. Apesar disso, o comandante raposeiro contará com o retorno de alguns jogadores que vinham sendo desfalques nos últimos jogos.

O time que deve ir a campo pelo Campinense será composto por: Gledson; Osvaldir, Joécio, Rafael Jensen e Gilmar; Negretti, Magno, Fernando Pires e Diego Torres; Augusto e Maranhão.

VAVEL Logo