Santa Cruz vence Campinense e garante liderança do Grupo A
(Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz)

O Santa Cruz precisava de um simples empate para garantir a classificação e não depender de outros resultados. Dentro de casa, a missão coral era conquistar um resultado positivo para terminar a fase de grupos da Copa do Nordeste como primeiro colocado do grupo A. E conseguiu.

Com gol do zagueiro Anderson Salles, o Tricolor venceu o Campinense por 1 a 0. O jogo foi realizado na noite desta quarta-feira (22), no Mundão do Arruda, no Recife/PE. O jogo foi válido pela sexta e última rodada da fase de grupos do Nordestão.

Com o resultado, os pernambucanos assumiram o topo da chave, com 13 pontos. Do outro lado, os paraibanos ficaram com a segunda posição, com 11. Ambos estão classificados e conhecem seus adversários a partir das 11 horas da manhã da próxima sexta-feira (24), quando o sorteio que define os confrontos das quartas de final será realizado, possivelmente na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Anderson Salles faz a diferença

A partida começou bastante estudada. As equipes agiam com muita cautela e procuravam não dar espaços ao seu oponente. A primeira boa oportunidade de gol veio aos 15 minutos, quando Anderson Salles começou a ser o personagem do jogo. O defensor cobrou muito bem a falta, mas Glédson espalmou para fora. Aos 21, foi a vez de Halef Pitbull bater falta com muito perigo e acertar a trave esquerda.

Após ficar mais presente no campo de ataque, o Santa Cruz foi premiado. Aos 29 minutos, Halef Pitbull foi acionado em profundidade e se chocou com o goleiro Glédson. A arbitragem assinalou penalidade máxima. Na cobrança, Anderson Salles bateu com categoria e abriu o marcador no Arruda.

Depois de balançar as redes, o Santa Cruz diminuiu a pressão, mas não permitiu que o Campinense levasse perigo ao gol defendido por Júlio César. Por isso, o jogo caiu em qualidade técnica e os donos da casa foram favorecidos uma vez que tinham o resultado positivo.

Anderson Salles salva e Santa conquista vitória

No segundo tempo, o Santa Cruz nada produziu. O time se preocupou em se defender e evitar que a liderança conquistada com a vitória parcial fosse recuperada pelo Campinense. Mesmo com maior posse de bola na etapa complementar, os paraibanos não conseguiam finalizar com perigo. Aos seis minutos, Jussimar recebeu, tocou para Casagrande e o atacante acionou Fernando Pires, que bateu muito mal.

Os treinadores realizaram modificações, mas o panorama do jogo não foi alterado. O Campinense encontrava dificuldades em furar o bloqueio coral. Mas quase buscou o empate aos 32 minutos, quando Casagrande foi lançado e dividiu com Júlio César. A bola quase entrou, mas Anderson Salles se esforçou todo para tirar a pelota em cima da linha e ainda acertar o canto esquerdo da trave.

Graças a Anderson Salles, o Santa Cruz pôde terminar a fase de grupos no primeiro lugar. O defensor cobrou duas faltas perigosas, marcou o gol da vitória tricolor e salvou na reta final do segundo tempo. O Campinense tentou até os 40 minutos, quando os mandantes equilibraram novamente a partida e cadenciaram o jogo para saírem com a vitória simples.

VAVEL Logo