Técnico Marcelo Rospide é demitido do Pelotas com apenas quatro jogos à frente do time
(Foto: Divulgação / E.C. Pelotas)

Projetos a longo prazo, convicções, evolução? Nada disso foi visto no começo de ano do Esporte Clube Pelotas. O tradicional clube interiorano gaúcho está na disputa da Divisão de Acesso. Mas antes de completar um mês de competição, anunciou a demissão do técnico Marcelo Rospide. O profissional que estava à frente da coordenação da base do Corinthians deixou o clube Áureo-Cerúleo após derrota fora de casa para o Santa Cruz.

A Divisão de Acesso é a competição que dá vaga à primeira divisão gaúcha. O Pelotas está no Grupo A e realizou quatro jogos com Rospide. Estreou com vitória suada em casa sobre o Avenida, em partida  em que houve pênalti defendido pelo goleiro do Lobo, Rafael, e reclamações de gol irregular no triunfo por 2 a 1. Após, chegou a estar perdendo por 3 a 1, mas buscou empate em 3 a 3 com o Aimoré, fora de casa. Novamente no estádio da Boca do Lobo, vencia o Guarany de Bagé por 2 a 0, mas saiu somente com o empate por 2 a 2, frustrando ao torcedor.

No jogo fatídico para demissão, o Pelotas levou 2 a 0 do Santa Cruz, equipe que não é uma das favoritas ao acesso. O resultado deixou o Lobo com cinco pontos na classificação, em 6º lugar do Grupo A, que conta com oito equipes. O Pelotas tem um jogo a menos, pois não enfrentou o Guarani em Venâncio Aires. Quatro equipes avançam dessa fase inicial rumo ao mata-mata da competição.

O elenco da equipe foi considerado positivo antes do início da competição, com boas opções defensivas, inclusive em esquema proposto com três zagueiros por Rospide durante os jogos de pré-temporada. Com as partidas oficiais desde o último mês, as críticas vieram e o treinador não resistiu.

A primeira vítima das demissões de técnico na Divisão de Acesso foi Badico, do Esportivo, que durou apenas as duas primeiras rodadas da competição antes de ser trocado. Para o Pelotas, os próximos compromissos diante do São Gabriel e do Guarani de Venâncio Aires fora de casa serão com o técnico interino Felipe Müller, coordenador de base do clube. Existe a chance que ele seja efetivado.

Quanto a nomes de fora para treinar o time, Leocir D'Allastra e Guilherme Macuglia são os favoritos. Leocir passou mais de quatro temporadas à frente do Ypiranga de Erechim e está no Passo Fundo, lanterna do Campeonato Gaúcho. Macuglia treina justamente o Ypiranga nesta reta final do Gauchão.

VAVEL Logo