Copa dos Refugiados traz domingo de futebol e integração social na Arena do Grêmio
(Foto: Valéria Possamai / VAVEL Brasil)

Copa dos Refugiados traz domingo de futebol e integração social na Arena do Grêmio

A competição reuniu migrantes e refugiados em torneio de futebol que pela primeira vez foi realizado em Porto Alegre, no aniversário da cidade

vfeistler
Valéria Possamai

Pela primeira vez, o Sul do país sediou a Copa dos Refugiados. A competição que ocorreu na Arena do Grêmio neste domingo (26) visava a integração social de migrantes que escolheram o Brasil como novo lar. Em campo, 110 refugiados divididos em oito equipes, representaram a camisa de seus países de origem, empurrados pelo som que vinha da arquibancada.

A Copa dos Refugiados é um torneio entre times compostos por refugiados representando seus países de origem. O evento tem como objetivo gerar maior protagonismo aos refugiados e integração social com a cidade. A iniciativa nasceu em 2014, em São Paulo, através do refugiado congolês Jean Katumba, fundador da ONG “África do Coração”.

Em campo, imigrantes e refugiados vestiam camisas de seus paises de origem, como Senegal, Angola, Haiti e Peru. Ao todo, 110 atletas divididos em oito equipes. O torneio era ao estilo de mata-mata, cada partida tinha duração de 15 minutos, em caso de empate e decisão da vaga era disputada nos pênaltis. E os estrangeiros mostram talento dentro das quatro linhas. Dribles, chapéus e gols de fora da área contagiavam a festa que vinha da arquibancada.

As famílias dos atletas em campo, ao som dos bumbos e cantos em francês e espanhol, empurravam suas seleções e contagiavam o público presente. E como a competição ocorria no recinto do Grêmio, os refugiados contaram com apoio dos gremistas, que compareceram em bom número.

(Foto: Valéria Possamai
VAVEL Brasil)

Além dos bons lances dentro do campo, grandes ações aconteciam na área mista. Serviços, como orientação sobre documentos e exames básicos de saúde, ações de inclusão digital e cidadã eram oferecidos durante o evento. Também foram arrecadados alimentos trazidos pelo público, que serão enviados aos refugiados mais necessitados, atendidos pela Paróquia Nossa Senhora da Pompéia, em Porto Alegre.

Os jogadores que atuaram no torneio, integrarão um álbum de figurinhas, ao estilo dos colecionáveis da Copa do Mundo, em que serão disponibilizadas informações como currículo profissional e habilidades. Esse material estará disponível no site do projeto: copadosrefugiados.com

Na disputal final do torneio, entre Colômbia e o Coletivo Senegal de Caxias do Sul, os senegaleses da Serra do Rio Grande do Sul, sagraram-se campeões.

(Foto: Valéria Possamai
VAVEL Brasil)

VAVEL Logo