Botafogo enfrentará maratona de mais de 14 mil km entre Libertadores e final da Taça Rio
(Foto: Divulgação/Fluminense FC)

O Botafogo venceu o Fluminense por 3 a 1, neste domingo (9), no estádio Nilton Santos e avançou para a final da Taça Rio. Motivo de comemoração? Sim, mas com ressalvas. Com a classificação, o glorioso enfrentará uma maratona de mais de 14 mil km entre viagens e deslocamentos na próxima semana: vai à Colômbia enfrentar o Atlético Nacional, volta ao Rio de Janeiro para pegar o Vasco e voa novamente para duelar contra o Barcelona de Guayaquil, no Equador.

O alvinegro viaja nesta segunda-feira à Colômbia, onde enfrenta o Atlético Nacional, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. São 4.784 km na ida, e na volta, quando retorna ao Rio de Janeiro para pegar o Vasco, na final da Taça Rio. Após a decisão, embarca novamente rumo ao Equador: mais 4.584 km até Guayaquil, para enfrentar o Barcelona, também pelo torneio sul-americano.

Graças ao novo regulamento do Estadual, a Taça Rio ganhou um peso de inutilidade no torneio. Independente do campeão, as semifinais do Campeonato Carioca já estão definidas - o que fez Botafogo e Fluminense optarem por entrar em campo com times alternativos, no que se popularizou como 'clássico do desinteresse'. A final será contra o Vasco, no próximo domingo, às 16h, ainda sem local definido.

VAVEL Logo