Abel Braga ironiza impedimento em lance do Botafogo: "Recorde em gol irregular"
Apesar da derrota, Abel Braga garante estar contente com o desempenho de sua equipe

Apesar da derrota por 3-1 sofrida pelo Fluminense frente ao Botafogo neste domingo, o treinador do tricolor, Abel Braga, admitiu estar contente com o desempenho da sua equipe e evitou tecer comentários sobre a arbitragem apesar de assumir a insatisfação com a arbitragem, em especial, com o juiz Alexandre Vargas de Tavares Jesus.

Logo no início da entrevista coletiva, o treinador fez uma análise do que achou de sua equipe e de como estava se sentindo após o resultado adverso. "Eu estou contente, não pelo resultado, claro que não, mas pela entrega. Já dá pra perceber que mesmo uma equipe fazendo dois gols no Fluminense, nós nunca deixamos de lutar. O torcedor, tomando de três, seguiu cantando atrás do gol" - afirmou.

A partida foi recheada de polêmicas. Uma delas, o gol marcado por Dudu Cearense, que estava completamente impedido assim como mais quatro jogadores do Botafogo. Abel comentou o lance e como passou isso para os seus jogadores: "Eu falei para os meus jogadores que o segundo gol não existiu. Foi o recorde de gol irregular, cinco jogadores"

Apesar da insatisfação com o erro do bandeira, Abel optou por não fazer críticas diretas ao assistente que na opinião do treinador é o melhor do Rio. Apesar disso, o árbitro não foi poupado e foi duramente criticado. "Não vou criticar o bandeira, mas sobre o árbitro, não vou nem comentar. Pra mim ele não é árbitro. Mas, não sou de comentar arbitragem. Perdoo o bandeira porque ele é muito bom e tenho certeza de que ele reconhece o erro" - comentou Abel

No lance do segundo gol, a zaga tricolor fez a famosa linha de impedimento. Abel, no entanto, revelou que esta é uma jogada treinada apenas pelos titulares e ressaltou o nível de comprometimento da equipe. "Essa equipe nunca jogou junta e muitas vezes nem treina junta. A zaga reserva é Nogueira e Reginaldo. Eles me perguntaram antes do jogo: 'Fazemos a jogada?' e eu disse que não. Eles fizeram e deixaram os cinco impedidos" - destacou. 

Conhecido por ser explosivo com seus jogadores, Abel evitou ter uma atitude mais exaltada no intervalo da partida. O treinador atribuiu isso ao bom primeiro tempo do time, apesar do gol e das irregularidades que partem da responsabilidade do juiz e, por fim, deixou claro que todos os lances da partida servirão de aprendizado ao tricolor que volta à campo já no meio de semana.

O Flu enfrentará o Goiás nesta quarta-feira (12), no duelo de ida da Copa do Brasil. Para o confronto, Abel deverá relacionar os titulares, na expectativa de obter um bom resultado e uma possível vantagem para a partida de volta. Com a eliminação, o Fluminense ganhou folga no próximo final de semana. 

VAVEL Logo