Tubarão e Figueirense empatam e eliminam risco de rebaixamento no Catarinense
Foto: Divulgação / C.A. Tubarão

O Tubarão recebeu o Figueirense pela penúltima rodada do segundo turno do Campeonato Catarinense. Em campo, poucas chances de gol encaminharam um placar de 0 a 0. Com o resultado, o Tubarão consegue eliminar as chances de rebaixamento na sua volta à Série A estadual. O clube que recentemente completou 12 anos fica confirmado como participante do Catarinense em 2018.

Para o Figueirense, o resultado também serviu para permanência. Após rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, a campanha do Alvinegro não empolgou e nem engrenou no torneio estadual, mas pelo menos pode comemorar o alívio da permanência, cientes de que precisam melhorar para subir no Brasileirão.

Tubarão e Figueirense chegaram a 19 pontos na campanha geral do campeonato estadual para encerrar o risco de queda. Na última rodada, Metropolitano, Inter de Lages e Almirante Barroso disputam quem escapa do rebaixamento. Serão dois rebaixados e mais um a garantir permanência.

Primeiro tempo de pouco futebol em Tubarão

Às 16 horas, a bola rolou no estádio Domingos Gonzales. O público era bom para conferir duas equipes que precisavam eliminar os riscos de rebaixamento. Nem a chuva estragou a presença dos torcedores, mas o futebol dos dois times ficou escondido como o sol. O Figueira teve as primeiras chances em escanteios que resultaram em nada. Porém, o time do técnico Marcio Goiano mantinha o bom volume nos ímpetos iniciais.

O jogo era concentrado pelo meio de campo e a bola aérea era alternativa do Figueirense. Após lateral cobrada na área, a sobra ficou para Yago, que chutou forte por cima da meta. A partida seguia em um ritmo lento, com quase nenhuma finalização. Aos 30 minutos, o Figueirense teve suas melhores chances. Primeiro acertou a trave. Após ganhar um escanteio nesse lance, cobrou-o na área, a bola foi cabeceada e Marlon completou na pequena área, quase acertando ao ângulo, mas mandando para fora.

Aos 34 minutos, um raro ataque tubaronense veio em escanteio da direita, o goleiro Tiago saiu da meta, segurou a bola e foi atingido para cair no gramado. Com 36', o atacante Índio recebeu o cartão amarelo do árbitro Heber Roberto Lopes. Reclamou acintosamente com a arbitragem e não foi poupado.

O primeiro tempo passou com essas escassas chances de gol e num resultado parcial que livraria Tubarão e Figueirense do rebaixamento, faltando uma rodada por disputar no Campeonato Catarinense. A melhor oportunidade tubaronense veio no finalzinho da etapa. Rafael Ratão invadiu a área em lançamento pela direita, chutou rasteiro, cruzado e Tiago defendeu com a perna para salvar o Figueira.

Equipes administram ponto importante no Estadual

O jogo ganhou em espaços com as equipes mais abertas em busca da vitória. O Tubarão teve escanteio, o goleiro Tiago Rodrigues ficou com a bola no cruzamento, repôs rápido e a resposta do Figueirense veio em ataque veloz pela direita. Mas o cruzamento veio forte demais e passou por toda extensão da grande área para sair em lateral pelo lado oposto.

Daniel Costa teve boa oportunidade ao arriscar de longe e mandar a bola próxima da meta do goleiro Tiago. O jogador Daniel Costa era quem mais tentava pelo Tubarão, mas a partida levava um ritmo lento que encaminhava o placar de 0 a 0, favorável para os dois times para evitar possibilidades de rebaixamento.

Quem quase abriu o placar pelo Figueirense foi Marlon, mesmo atleta que quase deixou o seu na etapa inicial. Mais uma vez sua conclusão errou o alvo e o Peixe conseguiu respirar aliviado no final de partida. Inclusive o Tubarão reclamou de uma penalidade máxima, em lance que houve a falta, mas seria fora da área. O árbitro Heber Roberto Lopes mandou seguir. Sem mais delongas, aos 47 minutos do segundo tempo a partida foi finalizada e com isso as equipes garantiram permanência na Série A do Catarinense.

VAVEL Logo