Arrascaeta supera Aristizábal e se torna o quarto artilheiro estrangeiro na história do Cruzeiro
Camisa 10 é um xodó da torcida celeste (Foto: Washington Alves/Cruzeiro)

Além da vitória sobre o América-MG por 2 a 0, e classificar para a final do Campeonato Mineiro, o domingo para o meia Arrascaeta também foi de forma individual. Os dois gols marcados diante do Coelho isolaram o jogador na quarta posição da lista dos artilheiros estrangeiros do Cruzeiro em todos os tempos.

Giorgian De Arrascaeta chegou ao Cruzeiro em janeiro de 2015. Até o momento, disputou 115 jogos pelo time celeste e marcou 30 gols. O meia uruguaio superou o colombiano Aristizábal, ídolo celeste em 2003. 

Com contrato válido até dezembro de 2019, e com diferença de gols relativamente baixa, Arrascaeta tem chances de superar seus 'concorrentes'. Confira outros nove jogadores estrangeiros que entraram na história do clube celeste.

1º Marcelo Moreno

Boliviano, mas também brasileiro, Marcelo Moreno marcou 45 gols em 93 jogos. Jogou no Cruzeiro entre 2007 a 2008 e 2014. Seu nome é sempre lembrado pelos torcedores nas listas de reforços.

2º Fernando Carazo

Espanhol, marcou 44 gols em 113 jogos pelo Palestra Itália entre 1928 e 1942. Nasceu em La Coruña, mas chegou ao Brasil com três anos de idade. Faleceu em 18 de julho de 1986, aos 82 anos, em Belo Horizonte.

3º Walter Montillo

Argentino, Montillo chegou ao Cruzeiro em 2010 e ficou no clube celeste até 2012. Marcou 36 gols em 122 jogos. Ídolo cruzeirense, atualmente joga no Botafogo.

5º Victor Aristizábal

Colombiano, o atacante chegou ao Cruzeiro no começo de 2003 para integrar uma maiores equipes da história do clube celeste. Marcou 28 gols em 55 jogos. 

6º Ramón Ábila

Argentino, o centroavante celeste chegou ao clube na metade de 2015, e mesmo não sendo titular absoluto, marcou 22 gols em 45 jogos até o momento.

7º Herbert Revétria

Uruguaio, Revétria chegou ao Cruzeiro em 1977. Ficou marcado por ter marcado quatro gols em dois jogos contra o Atlético-MG na decisão estadual. Ficou no clube até 1978. Marcou 22 gols em 63 partidas

8º Juan Pablo Sorín

Argentino, chegou ao clube em 2000 ficando até 2002. Retornou em 2004 e encerrou a carreira no clube celeste em 2009. Marcou 18 gols e é um dos maiores ídolos do clube.

9º Ernesto Farías

Argentino, chegou ao Cruzeiro em 2010 com fama, mas sem render o esperado. Marcou apenas oito gols em 35 jogos. Deixou o clube em 2011 sem deixar saudades.

10º Roberto Perfumo

Argentino, o zagueiro defendeu o Cruzeiro entre 1971 e 1974. Marcou seis gols pelo time celeste, e é considerado um dos maiores ídolos da história do clube. Faleceu em 10 de março de 2016, aos 73 anos.

VAVEL Logo