Em Montevidéu, Liverpool-URU e Fluminense se enfrentam pela Copa Sul-Americana
Arte: Editoria de Arte VAVEL/Brasil

Em Montevidéu, Liverpool-URU e Fluminense se enfrentam pela Copa Sul-Americana

Fluminense vai ao Uruguai podendo perder por até um gol de diferença

Layla
Layla Silva

Após a perda do título carioca, o Fluminense vira a chave e foca na Sul-Americana, talvez, a principal competição do Tricolor neste ano. Há exatos 35 dias, o Flu bateu, em casa, o Liverpool, do Uruguai por 2 a 0, e agora, pode perder por até um gol de diferença para carimbar a classificação para a segunda fase da competição. Se de um lado, a equipe carioca, mesmo com o vice campeonato, vem embalada, do outro, a equipe uruguaia amarga a penúltima colocação do campeonato nacional, e, depositará seu ano na partida diante do Fluminense, no tradicional Estádio Centenário. 

Com desfalques importantes e em má fase, Liverpool enfrentará o Flu pela Sul-Americana
 
Se a situação diante do Tricolor Carioca não é das mais fáceis para o Liverpool-URU agora se tornou ainda mais difícil. Tendo que vencer por dois gols de diferença, a equipe uruguaia enfrentará o  Fluminense com o desfalque de dois titulares: o lateral Santiago Vieira e o meia Nicolás De La Cruz, ambos convocados pela Seleção Uruguaia para disputa do Mundial Sub-20.
Tais jogadores já embarcaram com a delegação do Uruguai para o torneio a ser disputado neste mês na Coreia do Sul. Tanto De La Cruz quanto Santiago Vieira são nomes importantíssimos no elenco do Liverpool-URU. O primeiro é tido como referência e caracterizado como o melhor jogador da equipe.
 
Além disso, a equipe uruguaia segue em má fase no campeonato nacional ocupando a 14ª colocação do torneio com 16 clubes. Desde a primeira partida, no Maracanã, os uruguaios disputaram cinco jogos oficiais com três empates, uma vitória e uma derrotas.  No entanto, mesmo com os resultados negativos, a crise no Liverpool foi amenizada. Pouco antes da partida de ida, o técnico Mário Saralegui foi demitido após brigar com diretores do clube. Para seu lugar, foi contratado Alejandro Bertoldi, que, os poucos, vem ganhando o carinho da torcida.
 
Para o Flu, o regulamento prevê o gol qualificado, ou seja, avança com vitória, empate e derrota por até dois gols de diferença, desde que balance a rede rival. E, portanto, a grande preocupação da equipe uruguaia é não tomar gols na partida que acontecerá nesta quarta-feira (10) no Estádio Centenário, em Montevidéu. 

Chave virada: Flu esquece final do Carioca e foca na Sul Americana
 
Depois da derrota por 2 a 1 para o Flamengo, o Fluminense agora foca na Copa Sul Americana. A competição, além de um troféu inédito às Laranjeiras, em caso de conquista, poderá trazer alívio nos cofres do Tricolor. Em Montevidéu, o Flu tem a vantagem e pode perder por até um gol de diferença. Caso consiga a classificação, a equipe carioca estará na etapa em que os times eliminados da Libertadores entram na competição. Os confrontos serão decididos novamente em sorteio.
 
Principalmente pelo que aconteceu domingo (perda do título carioca), temos um grande obstáculo para quarta-feira. É um grande time? Não. Mas é um time difícil de ser batido. É uruguaio. Se houver algum revés, e não conseguirmos a classificação, isso pode ser um problema muito grande para a temporada. Passei 40 minutos com meus jogadores hoje (segunda-feira). Li para eles algumas mensagens que recebi após uma perda de título. Creio que já consegui focá-los nesse jogo”, declarou o comandante tricolor Abel Braga.
 
A delegação do Fluminense chegou na tarde de terça-feira (9) ao Uruguai. Gustavo Scarpa, ainda em recuperação física após lesão no pé direito, não deve ser integrado ao grupo. A partida acontecerá em Montevidéu, no Estádio Centenário nesta quarta-feira (10) às 21h45, horário de Brasília. 

VAVEL Logo