Exames confirmam lesão de Marcelo Oliveira e desfalques do Grêmio aumentam
Foto: (Lucas Uebel/Grêmio)

Na estreia do Grêmio no Campeonato Brasileiro 2017, no último domingo (14) contra o Botafogo, a equipe gaúcha venceu a partida pelo placar de 2 a 0, com os dois gols marcados por Ramiro.

Apesar da vitória, a saída do lateral-esquerdo Marcelo Oliveira aos 26 minutos do segundo tempo, após disputa de bola com o zagueiro botafoguense, preocupou a torcida. Marcelo Oliveira levou a pior, caiu de mal de jeito e precisou ser substituído.

Na segunda-feira (15) os resultados dos exames realizados pelo atleta confirmaram luxação no ombro direito e 30 dias fora dos gramados. Quem deve substituir Marcelo é Bruno Cortez, que foi contratado pelo Grêmio no início do ano e ainda não teve grandes chances na equipe.

Durante o período de recuperação ,o lateral deve perder ao menos as partidas contra: Atlético-PR, Fluminense, Vasco, Chapecoense e Bahia pelo Brasileirão; as duas contra o Fluminense pela Copa do Brasil e pela Libertadores, contra o Zamora, no fechamento do Grupo 8 da competição sul-americana.

Outros desfalques do Tricolor são o capitão Maicon, que ainda se recupera de uma lesão muscular e é baixa confirmada ao menos, na partida contra o Fluminense, nesta quarta-feira (17), pela Copa do Brasil. Já o lateral-direito Edílson é baixa por outro motivo, o jogador fica de fora no Brasileirão para cumprir suspensão ainda de 2016. A suspensão é devida a agressão em que Edilson acertou Rodrigo Dourado em Gre-Nal do segundo turno do último torneio de pontos corridos. Ele também não deve atuar contra o Flu na Copa.

Ao mesmo tempo, quem parece voltar aos treinos é o equatoriano Miller Bolaños, que na tarde de hoje (15) correu no entorno do gramado. Bolaños volta de uma distensão no músculo adutor da coxa direita, sentida em partida contra o Guaraní-PAR, na Copa Libertadores.

VAVEL Logo