Grêmio faz ação de conscientização contra homofobia: "Diversidade nos fortalece"
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O dia 17 de maio é marcado pelo Dia Internacional Contra a Homofobia e para evidenciar a data neste ano, o Grêmio promoveu uma ação durante a partida contra o Fluminense, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, que aconteceu nesta quarta-feira (17) na Arena do Grêmio. Com o objetivo de alertar o meio esportivo a este importante tema, as camisas dos jogadores gremistas levavam às costas a seguinte frase “Diversidade nos fortalece”.

Também foi possível ver a iniciativa tricolor além das quatro linhas, através da Grêmio Rádio Umbro. Fizeram parte da programação trechos de entrevistas com os jornalistas Eduardo Bueno e Léo Gerchmann, que é autor do livro Coligay – Tricolor e de Todas as Cores.  A ação também demonstrou o orgulho do clube gaúcho de ter contado com uma torcida formada por LGBTs, na década de 1970, a Coligay, que foi a primeira torcida organizada de gays do Brasil.

É de extrema importância que, clubes com grande influência na sociedade, como o Grêmio, coloquem em evidência este tema, pois a homossexualidade ainda é tabu no cenário futebolístico. Grande parte das torcidas organizadas, não só no Brasil, utilizam em seus cantos palavras homofóbicas, com o intuito de ofender o adversário.

O Dia Internacional Contra a Homofobia é celebrado nesta data pois, no ano de 1990, no dia 17 de maio, a Organização Mundial da Saúde (OMS) removeu a homossexualidade da lista de Classificação Internacional de Doenças (CID). Desde então, esta data é símbolo da luta de lésbicas, gays, bissexuais e transexuais por direitos e contra o preconceito e a violência que sofrem diariamente. Os dados das entidades ligadas ao combate à homofobia são alarmantes. Estima-se que até o começo deste mês, cerca de 117 pessoas LGBTs foram assassinadas no Brasil devido ao preconceito em relação à condição sexual.

Fonte da notícia: Site Oficial do Grêmio

VAVEL Logo