Após início complicado, Manga comemora bom momento e deseja ter mais sequência em campo
(Foto: Thiago Moreira/Vasco da Gama)

Quando chegou ao Vasco na metade do mês de fevereiro, Manga Escobar nunca teve uma boa sequência no time da Colina Histórica. Nem mesmo sua estreia foi uma das melhores. O colombiano entrou pela primeira vez contra o Vitória pela Copa do Brasil e cometeu um pênalti contra o Vasco naquela partida, quando colocou a mão na bola.

"Aquele momento da estreia foi muito difícil. Cometi um pênalti. Foram semanas difíceis. Mas o grupo me deu apoio. Trabalhei forte para ter mais chances. Futebol é assim, as coisas mudam rapidamente" , relembrou.

Passada essa infelicidade, quase quatro meses depois de sua estreia, Manga ainda não havia marcado pelo cruz-maltino, mas ajudou diretamente na vitória sobre o Botafogo, quando deu o passe para Luis Fabiano ampliar o resultado e dar o titulo da Taça Rio para o Gigante da Colina. Em coletiva após as atividades nesta manhã de quarta-feira (31), Escobar comemorou seu primeiro gol pelo Vasco diante o Fluminense e deseja ter mais tempo em campo.

(Foto: Thiago Moreira/Vasco da Gama)

"Foi muita felicidade. Queria comemorar, mas não deu tempo. Não deu para fazer um bailezinho (risos). Temos jogos agora. A equipe está pensando no Grêmio. Não sei se vou começar jogando, mas todos querem ter mais tempo de jogo. Não quero apressar as coisas. O técnico está em busca de melhor formação. Vou trabalhar para ajudar da melhor forma", comentou Manga.

Confira outros tópicos da coletiva

Torcida

A torcida tem muita expectativa pelo que pode ser esse ano, mas eu não esperava tanta gente no estádio. Nos entregamos 100%. O resultado em Porto Alegre vai ser muito importante para que nos deem apoio contra o Corinthians.

Confronto contra o Grêmio

Estou com 26 anos e sei que o futebol muda muito. A vitória contra o Fluminense foi muito importante, mas já acabou. Temos que vencer o Grêmio, depois o Corithians. Estamos trabalhando para seguir este caminho. Já conheço alguns jogadores do Grêmio, como o Bolaños, Luan, Barrios... Vai ser uma partida de igual para igual.

Objetivos maiores no Brasileirão

Muito cedo para dizer sobre quais objetivos vamos alcançar. Vamos passo a passo. Cada partida é uma final. Vasco nos últimos anos foi rebaixado, e é algo que não queremos repetir. Queremos somar o maior número de pontos. Todas as equipes são muito fortes.

Primeiro gol em São Januário

Foi muito importante. Foi só minha segunda partida em Sâo Januário. Quando fiz o gol, não acreditava. Depois participei do gol do Nenê. Eu não tinha a intenção do passe, mas acabou dando certo.

VAVEL Logo