Dorival diz que não se sente pressionado e aponta erros do Santos no clássico
(Foto: Divulgação/Santos)

Neste sábado (3), o Santos foi mais uma vez vencido pelo Corinthians, por 2 a 0, em Itaquera, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe segue sem vencer clássicos em 2017, foram quatro jogos disputados, e quatro derrotas. O Santos vem fazendo um péssimo inicio de Campeonato Brasileiro, são três derrotas e apenas uma vitória em quatro rodadas no Brasileirão.

Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador Dorival Júnior falou que o Santos foi superior no primeiro tempo, mas não conseguiu concluir em gol às suas chances criadas. O comandante santista, também falou que o Timão teve precisão para definir suas jogadas.

"A postura do Corinthians fez com que eles fizessem um resultado em razão daquilo que produziram. Se nós produzimos muito no primeiro tempo e não tivemos a competência para finalizar a jogada, eles tiveram a competência no segundo tempo. Pressionaram muito a nossa saída de bola. Perdemos nossa transição, a posse de bola por completo. Eles fizeram prevalecer a mudança de postura do primeiro para o segundo tempo" disse Dorival.

Com três derrotas, em quatros jogos no Brasileirão. A torcida santista começa a se revoltar contra o treinador, e pede sua saída do comando. "Não, pressionado não me sinto. O treinador de futebol está pressionado sempre, é cargo de confiança. Somos sempre contestados. Mas temos equilíbrio na Libertadores, com um ponto a menos do líder geral. Se tem um lado ruim pelo mau início no Brasileirão, nas demais competições nossa sequência é positiva. Mas o momento é ruim, reconheço", falou Dorival Júnior

"Confio no trabalho que vem sendo desenvolvido. Não podemos oscilar como vem acontecendo. Elas comprometem e tiram a possibilidade de melhores resultados. Os jogadores vinham bem. Tivemos uma quebra em relação aos dois últimos jogos, mas vamos nos recuperar. O momento não é bom, reconheço, mas não é nada que não seja contornável. Temos condições e capacidade de revertê-lo" concluiu o técnico do Santos.

Com a derrota, o Santos vai dormir na 15ª colocação na competição nacional, com risco de entrar na zona de rebaixamento até o fim da rodada. O Peixe volta a entrar em campo na próxima quarta-feira (07), contra o Botafogo, às 21h (de Brasília), no Pacaembu.  

VAVEL Logo