Avaí pressiona, mas Victor salva e Atlético-MG vence primeira no Brasileirão
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Depois de passar quatro rodadas sem vencer, o Atlético-MG sofreu no Independência, mas venceu o Avaí, por 1 a 0, e conquistou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Fred, aos 16 da primeira etapa, marcou seu primeiro na competição e o único do jogo. A partida ocorreu nesta quarta-feira (7) e foi válida pela quinta rodada do certame.

Com seis pontos, o Galo sobe momentaneamente para a 13ª posição. Já o Leão cai no momento para a zona de rebaixamento, com quatro. Na próxima rodada, os dois times entram em campo no domingo (11), às 16h. O Atlético-MG viaja a Salvador para enfrentar o Vitória, enquanto o Avaí joga em Florianópolis contra o Flamengo, na Ressacada.

Fred marca primeiro no campeonato em primeiro tempo equilibrado

Diferente do esperado, o Avaí conseguiu desde o início do jogo assustar o Atlético-MG, apertando a saída de bola e conseguindo chegar com perigo à área rival. Logo aos 2, após boa sequência de passes, Marquinhos recebeu de Capa e deixou Juan na cara do gol, mas o camisa 7 finalizou fraco e Victor salvou o Galo.

A resposta do Galo não demorou a vir. Aos 5, Valdívia tabelou com Robinho pela direita, ajeitou pelo e finalizou forte de canhota, mas Kozlinski estava bem posicionado e espalmou. Apesar de ter mais posse de bola (57%), o Atlético sofreu com cruzamentos avaianos para a sua área e finalizou menos que o rival: quatro vezes, contra seis do Leão.

Mesmo assim, aos 16, Alex Silva teve muito espaço pela direita após virada de Robinho, levantou na área e Fred ganhou da defesa, tocando de cabeça no canto baixo do gol avaiano, abrindo o placar no Horto. O panorama do jogo permaneceu, com os times alternando subidas de ataque e o domínio da posse de bola.

No último lance do primeiro tempo, em falta cobrada por Valdívia na área, Alex Silva desviou forte, mas Kozlinski defendeu no reflexo. Assim, o Galo foi para o intervalo com a vantagem mínima, mas vendo o Avaí esperançoso pelo que foi mostrado nos 45 iniciais.

Victor brilha e garante vitória alvinegra

O segundo tempo manteve a tendência da primeira etapa. O Avaí continuou finalizando mais - 14 a sete -, e também equilibrou a posse de bola (terminou com 47%). O Galo, sofrendo com desfalques, nunca conseguiu controlar o jogo e sempre correu riscos de sofre o empate.

Aos 14, Fábio Santos fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Valdívia, que bateu rasteiro, mas Kozlinski defendeu. No rebote, Fred mandou para as redes, mas o gol foi anulado por impedimento. As saídas de Fred e Robinho, para as entradas de Rafael Moura e Marlone, ainda diminuiu a força ofensiva do Atlético, que passou a se defender ainda mais.

Enquanto isso o Avaí assustava. Aos 23, em contra-ataque puxado pelo meio, Juan abriu na esquerda, Capa avançou livre e cruzou rasteiro. O próprio Juan apareceu na área para ajeitar para Marquinhos, que recebeu sozinho na entrada da pequena área, mas o camisa 10 acabou finalizando em cima do goleiro Victor.

Rondando a área do Galo, o Avaí parecia cada vez mais perto do gol, e ainda teve duas jogadas anuladas com impedimentos duvidosos, que deixariam jogadores com boas chances de gol. Já aos 36, em cobrança curta de escanteio, Capa levantou na cabeça de Luan, que desviou firme, mas Victor fez outra defesa para salvar o Atlético.

Nos minutos finais, o Atlético-MG usou de sua experiência para gastar o tempo e limitar o Avaí a poucas oportunidades. Assim, o time da casa segurou o 1 a 0 e comemorou pela primeira vez uma vitória na Série A.

VAVEL Logo