Flamengo derrota Ponte Preta e estreia com vitória na Ilha do Urubu
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Em jogo com bom público (13.981 presentes) na Ilha do Urubu e com o time titular modificado, o Flamengo recebeu a Ponte Preta em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Réver Leandro Damião o jogo terminou com vitória carioca por 2 a 0 nesta quarta-feira (14)

Com o resultado, o Flamengo vai a 10 pontos e ocupa a 10ª posição, enquanto a Ponte Preta continua com 10 pontos e está na 9ª colocação. Pela próxima rodada do Brasileiro, o Rubro-Negro enfrenta o Fluminense no Maracanã, no domingo (18), e a Ponte visita o Santos na Vila Belmiro, no sábado (17).

Flamengo domina as ações no primeiro tempo e Réver marca no fim

Réver cabeceia para o gol no último ataque do primeiro tempo. (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Réver cabeceia para o gol no último ataque do primeiro tempo. (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Com o Flamengo bem postado defensivamente desde o primeiro minuto, a Ponte pouco ofereceu perigo a meta do goleiro Thiago. O primeiro ataque rubro-negro, logo aos 19 segundos de jogo, ditou o ritmo da partida.

Solto pelo lado direito, Vinicius Junior foi um dos principais jogadores no primeiro tempo. Logo no primeiro minuto, o menino aplicou um chapéu em Naldo. Aos 16, em jogada individual, Vinicius deu um corta luz que passou por baixo das pernas de João Lucas e finalizou para fora. Ainda pelo lado direito, aos 19 minutos, o garoto cruzou para Damião que cabeceou e obrigou Aranha a fazer uma linda defesa, na sobra Éverton chutou de direita para fora. Em resposta, a Ponte armou o contra ataque e Lucca finalizou para fora - o atacante ficou boa parte do primeiro tempo isolado.

Abusando das subidas de Rodinei pela direita e Renê pela esquerda, o Flamengo acionou muito as laterais do campo, buscando na maioria das vezes o atacante Leandro Damião. Em contrapartida, a Ponte se manteve no campo de defesa com as linhas próximas e apesar dos cruzamentos, pouco sofreu com as investidas do clube carioca. Apesar do volume de cruzamentos, Damião sequer tocava na bola.

Com o Flamengo saindo mais para o ataque, a Ponte esperava um contra ataque para chegar ao gol. Aos 46, após passe de calcanhar de Renato Cajá para Elton, o meia da Macaca achou Léo Artur que saiu na cara do goleiro Thiago, porém o assistente Guilherme Dias Camilo marcou um impedimento irregular. Logo após o impedimento assinalado, o Flamengo chegou ao ataque com Damião finalizando para fora e conseguindo um escanteio aos 47 minutos.

Na cobrança, o meia Diego botou a bola na cabeça do zagueiro Réver que subiu mais alto que a defesa da Ponte para marcar o primeiro gol na Ilha do Urubu. Com o gol, o Flamengo foi para o vestiário com o placar ao seu favor.

Em mais um gol de cabeça, o Flamengo amplia a vantagem na Ilha

Na volta do segundo tempo, o técnico Gilson Kleina colocou o atacante Lins no lugar do também atacante Negueba, que sentiu a perna depois de uma dividida ainda no primeiro tempo. Com a substituição, a equipe paulista até tentou iniciar a segunda etapa de forma diferente, mas pouco fez.

Enquanto a Ponte tentava o ataque, o Flamengo se postava na defesa e tocava a bola com tranquilidade. Com o decorrer do jogo, o Flamengo voltava a se arriscar mais no ataque, enquanto a Ponte esperava por uma bola. Com as investidas, o Rubro-Negro acumulou mais cruzamentos para a área e após um lançamento do campo de defesa feito pelo zagueiro Réver, o atacante Leandro Damião escorou para Vinicius Junior que achou o próprio Damião na área e se antecipou ao goleiro Aranha, marcando de cabeça o segundo gol do Rubro-Negro.

Damião comemora o terceiro gol no Brasileiro (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Damião comemora o terceiro gol no Brasileiro (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Após o gol, a Ponte se mandou para o ataque e em falta bem cobrada por Renato Cajá aos 18 minutos, o meia obrigou Thiago a fazer grande defesa. Aos 24 minutos, Lucca arriscou de fora da área e mais uma vez, o goleiro Thiago foi acionado. A partir das investidas da Macaca, o jogo ficou mais cadenciado e se tornou pouco movimentado.

Aos 37 minutos, o técnico Zé Ricardo promoveu a estréia do meia argentino Conca, que substituiu Diego, e logo na primeira jogada obrigou a defesa do goleiro Aranha. A ponte ainda tentou responder no fim do jogo, com o chute de fora da área de Claudinho, mas a bola passou longe da meta de Thiago.

 

VAVEL Logo