Corinthians bate Cruzeiro, alcança sexta vitória consecutiva e mantém liderança

O Corinthians segue imbatível no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira (14), o Timão venceu o Cruzeiro, por 1 a 0, na Arena Corinthians, e alcançou a sexta vitória seguida no certame. O zagueiro Balbuena marcou, aos 43 minutos do primeiro tempo, o único gol da partida.

Com o resultado, o Corinthians chega a 19 pontos e encerra a sétima rodada do Brasileirão garantido na ponta da tabela. O Grêmio, vice-líder, pode alcançar 18 pontos em caso de vitória sobre o Fluminense nesta quinta-feira (15), no Rio de Janeiro. Já o Cruzeiro mantém os dez pontos e cai para a oitava colocação.

No domingo (18), às 11h, o Corinthians vai até o Couto Pereira, em Curitiba/PR, para enfrentar o Coritiba. Já o Cruzeiro fechará a oitava rodada do Campeonato Brasileiro diante do Grêmio, na segunda-feira (20), às 20h, no Mineirão, em Belo Horizonte/MG.

Corinthians marca no fim do primeiro tempo

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images
Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Corinthians e Cruzeiro realizaram um primeiro tempo muito equilibrado. O Timão começou pressionando e marcando no campo de ataque, fazendo o tradicional abafa para desestruturar o adversário. A equipe celeste, por sua vez, suportou o período hostil e igualou as ações no decorrer do confronto.

O Cruzeiro teve apenas uma chance de gol. Thiago Neves apareceu pela ponta esquerda, cruzou para a área, Cabral desviou de cabeça, e Ábila não conseguiu completar para o fundo das redes. Já o Corinthians chegou pela primeira vez com Guilherme Arana. Deu a impressão que o lateral-esquerdo queria passar para algum companheiro dentro da área, mas seu cruzamento foi direto para o gol; Fábio pôs para a linha de fundo.

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images
Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Quando o jogo estava caminhando para o intervalo, o Corinthians abriu o placar. Aos 43 minutos, Jadson cobrou escanteio, e Balbuena subiu mais que todo mundo para cabecear a bola.

 

Cruzeiro pressiona, mas Corinthians fica com a vitória

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images
Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Em desvantagem, o técnico do Cruzeiro, Mano Menezes, realizou uma alteração na volta do vestiário: Alisson no lugar de Henrique. Com isso, a equipe saiu do 4-3-3 para o 4-2-3-1, com Rafinha, Thiago Neves e Alisson na linha de três meias, e Ábila à frente.

A mudança, a princípio, surtiu efeito, e o Cruzeiro ficou mais perigoso no ataque. Logo em sua primeira ação ofensiva, Alisson limpou a jogada na ponta esquerda e arrematou; a bola passou perto. Minutos depois seria a vez de Ábila assustar a torcida do Corinthians: a bola sobrou em seus pés na grande área, mas ele, livre, mandou por cima da meta de Cássio.

O Corinthians não se acuou em meio à pressão do Cruzeiro, foi para cima e, em lances de bola parada, colocou Fábio para trabalhar. Jadson cobra escanteio, Pablo cabeceia, e Fábio salva espetacularmente: este lance se repetiu duas vezes.

Mano Menezes abasteceu o ataque do Cruzeiro com a entrada de Rafael Sóbis, que não jogava desde a final do Campeonato Mineiro em função de lesão, na vaga de Rafinha. Já Fábio Carille, comandante do Corinthians, colocou Clayson e Giovanni Augusto nos lugares de Marquinhos Gabriel e Jadson, respectivamente.

Faltando dez minutos para o encerramento do jogo, o Cruzeiro ensaiou um abafa para cima do Corinthians; porém, sem efetividade. Os cruzeirenses chegaram a reclamar de um pênalti de Pablo em Ábila, na área, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Aos 42 minutos, Ábila marcou um belo gol, com direito a chapéu em Cássio, mas foi pego em posição irregular. O goleiro corintiano ainda salvou dois chutes, um de Diogo Barbosa e outro de Sóbis, antes do apito final do juiz.

VAVEL Logo