Luxemburgo admite oscilação do Sport: "Falta tempo para treinar"

Em partida válida pela 7ª rodada do Campeonato brasileiro, o Sport Recife não conseguiu sair do 0x0 diante do São Paulo na Ilha do Retiro, nesta quarta-feira (14) e se complica ainda mais na tabela, se aproximando da zona do rebaixamento.

Os pernambucanos vêm sendo muito criticado por ter altos indicies de passes errados e o técnico, Vanderlei Luxemburgo, concorda: “A gente roubou muita bola no meio-campo, mas faltava dar continuidade com passe. Isso dá para melhorar com o tempo”.

O treinador enxerga que para resolver isso, precisa-se de treino, repetição, algo que para ele, não vem acontecendo devido ao calendário: “Ao longo da minha carreira, trabalhei com 500 goleiros que pegavam muito, mas eram ruins, horríveis, com os pés. Alguns desses caras se aposentaram, viraram preparadores de goleiro e passaram a chutar a bola o tempo todo nos treinos. Com isso, começaram a bater bem na bola. É a repetição. É treino”.

“O que falta é tempo para treinar. Temos muitos jogadores que estão chegando e nunca atuaram juntos. Futebol não é uma ciência exata. Precisamos de tempo”, disse o comandante sobre as sequências de jogos em pouco tempo.

Foi nesta altura que o “professor” teve seu momento de descontração, perguntado qual seria a solução para resolver este problema, acabou deslizando na resposta: “Ainda faltam algumas coisas, mas estamos fazendo para a equipe melhorar. Estou colocando para você uma realidade. Não estou dizendo que estamos ruins. Estou só dizendo que precisamos de tempo para evoluir”.

Nesta terça-feira, a Seleção Brasileira derrotou a Austrália por 4x0, com dois gols do camisa 87 do Sport, Diego Souza. Porém, na seleção de Tite, o jogador joga em uma posição diferente, como centroavante. Vanderlei comentou seus planos para o craque em sua equipe: “Ele é um jogador do Sport cedido à seleção. Não o contrário. Tite usa ele como centroavante. Isso ficou claro. Na seleção, é Gabriel Jesus e ele. Mas aqui é diferente. Tenho André que joga nessa posição. Então, preciso mexer um pouquinho para encaixar ele no time”.

No final da partida, o são paulino Wesley errou o chute para afastar a bola e acertou a perna do atacante André, dentro da grande área e o árbitro, Héber Roberto Lopes não marcou a infração. Luxemburgo escapou de polêmicas, e declarou que essa época já passou: “Meu tempo de reclamar de arbitragem passou. Não quero entrar nisso. Até tentei ajudar ele durante o jogo. No primeiro lance, falei que Samuel Xavier não se joga na área. Acho que ele foi bem dentro da partida”.

Enquanto as equipes jogavam, estava sendo realizado os sorteios para as próximas fases da Taça Libertadores da América e Copa Sul-Americana, está, em que o Sport segue na disputa e o treinador deu sua opinião sobre seu adversário, o Arsenal de Sarandi, da Argentina: “O que tem de bom é que é em Buenos Aires, não tem altitude. Mas o adversário é difícil, argentinos estão acostumados a esse tipo de competição, mas é mata-mata, vamos ver se conseguimos fazer um bom jogo aqui para levar uma vantagem".

O próximo jogo do rubro-negro acontece no domingo (18), 19h, novamente na Ilha do Retiro, contra o Vitória e o Leão já contará com o retorno de Diego Souza.

VAVEL Logo