Milton Mendes admite jogo ruim diante da Chapecoense e falha na estratégia
(Foto: Paulo Fernandes / vasco.com.br)

Em Santa Catarina, na Arena Condá, o Vasco visitou a Chapecoense pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Após a derrota por 2 a 0, a equipe cruzmaltina soma 9 pontos e está na 12ª colocação.

Em entrevista ao fim do jogo, o técnico Milton Mendes falou sobre a proposta de jogo para a partida. "Nossa estratégia era não levar gol, e o Nenê prender bola na frente. Conseguimos igualar a partida, e no segundo tempo levamos aquele gol. Tentei dar velocidade com o Manga e com o Caio. Não deu certo. Agredimos pouco", comentou o técnico.

Ainda sobre o resultado da partida, o técnico disse que acreditava na conquista de pelo menos um ponto. "Nós tínhamos plenas condições de levar um ponto, sabíamos o quanto eles são fortes aqui na casa deles. Parabéns ao Mancini e parabéns a Chapecoense, nós temos que melhorar a nossa performance fora de casa", completou Milton Mendes.

Questionado sobre a substituição do menino Alan Cardoso, que chorou ao ser substituído ainda no primeiro tempo, o técnico explicou a decisão. "Fiz uma substituição no primeiro tempo porque fiquei com receio que o Alan fosse expulso. Expliquei a ele que era uma mudança que tinha que acontecer. Não foi uma mudança tática. Foi medo que ele fosse expulso. Quando o árbitro gesticulou e falou que foi a última, fiquei com receio", respondeu Milton Mendes.

Pelo Brasileiro, o Vasco recebe o Avaí em São Januário, no próximo sábado (17), às 19h, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, e deve contar com a volta do artilheiro Luís Fabiano.

VAVEL Logo