Atlético-PR vence a primeira em casa e mantém longo tabu em
cima do São Paulo
Atlético-PR nunca perdeu para o São Paulo em seu novo estádio (Foto: Marco Oliveira/Atlético-PR)

Na noite desta quarta-feira (21), o Atlético-PR derrotou o São Paulo, na Arena da Baixada, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar do placar, os são-paulinos tiveram mais posse de bola e domínio sobre o jogo, mas o gol de Wanderson, marcado no começo da partida, foi o suficiente para os rubro-negros conquistarem os três pontos.

Com a primeira vitória em casa no campeonato, o Furacão assumiu a 12ª colocação, podendo ser ultrapassado por Bahia e Flamengo, que ainda jogam na rodada. Com três triunfos seguidos, o Atlético terá outra partida em casa e recebe o Vitória, ás 16h no domingo (25).

O Tricolor perdeu posições e caiu para a 15ª colocação, próximo da zona de rebaixamento, já que a partida era considerada um confronto direto pela briga na tabela. Time paulista, que não vence a quatro jogos, recebe o Fluminense no Morumbi pela próxima rodada.

Gol ocorre no começo da partida e deixa o primeiro tempo sem emoções

O Atlético-PR, como um bom mandante, começou bem a partida, empurrando o adversário para o campo defensivo. Assim, logo aos três minutos, o furacão abriu o placar, na cobrança de escanteio, o são-paulino Éder Militão marca mal e o zagueiro Wanderson aproveitou a sobre e mandou para as redes, marcando seu primeiro gol pelo clube.

Com o gol tomado logo no início da partida, o São Paulo tentou sair para o jogo, mas teve muita dificuldade na criação das jogadas e apelou para os cruzamentos e chutes de fora da área.

Para piorar, no final do primeiro tempo, o zagueiro Lugano recuou mal uma bola para o goleiro Renan Ribeiro, que já havia saído do gol e por pouco Matheus Rossetto não amplia o placar.

Segundo tempo com as equipes mais abertas, mas sem gols

Na segunda etapa o São Paulo promoveu a estréia do atacante Denilson, vindo do Avaí, apresentado nesta semana e Brenner, outro atacante de apenas 17 anos, promovido ao time profissional e muito elogiado pelos companheiros.

Rogério Ceni também abriu mão dos três zagueiros dando espaço para Wellington Nem no decorrer da partida, fazendo o time rodear a área adversária.

Mesmo com a pressão, o time não conseguia finalizar, tendo o maior lance de perigo no final da partida, com um chute cruzado de Wellington Nem que acabou indo para fora.

O tabu continua

A Arena da Baixada teve sua reinauguração em 1992, e desde então o time do Morumbi chamais conseguiu um triunfo no estádio. Com o resultado de hoje o time soma 12 derrotas sofridas no campo atleticano.

VAVEL Logo