Jair Ventura exalta 'vitória maiúscula' do Botafogo no clássico contra o Vasco
(Foto: Reprodução/Botafogo)

Após uma partida emocionante contra o Vasco, o Botafogo garantiu mais três pontos pelo Campeonato Brasileiro após triunfo tranquilo no estádio Nilton Santos. O treinador da equipe, Jair Ventura, exaltou sua equipe, junto com a vitória.

"Muito tempo sem esse jogo, mas isso é passado. Em 2013 quando vencemos, eu era auxiliar,  então ficou para trás. Melhor sempre é vencer, mas aliado à performance. Segunda vitória consecutiva. Fico triste só por conta das lesões. MatheusLindoso sentiram dores musculares. Situação do Matheus acho que é grave, sentiu a parte posterior da coxa. Demos sequência, terceira vez que repetimos o time, mas agora posso perder quatro jogadores. Mas faz parte. Hoje obtivemos uma vitória maiúscula."

Jair foi questionado sobre seu esquema tático, e como alterou para o jogo de hoje. Ressaltou que nem sempre usará o mesmo esquema, é necessário variar. 

"Tem espaço para tudo, eu jogo sem o 9, sem o 10... Não sou refém de um único sistema. Se tem jogadores para jogar apoiado eu faço, ou para jogar na transição, ou bola longa. Tem que usar o que tem de melhor. Futebol tem mil maneiras, minha cabeça é bem aberta para esse tipo de situação. Jogamos hoje com quatro volantes, Grêmio joga assim é a melhor equipe do Brasil."

Confira outros trechos da coletiva de Jair:

- Bruno Silva na Seleção Brasileira:

"Camisa 8 e faixa. Na minha visão, é o melhor do Brasil, é técnico, tático, incansável, não machuca. Jogador fantástico. Tenho certeza que o Tite está de olho nele também, e até me preocupa a janela. Para mim é o melhor jogador da posição no Brasileiro, e do campeonato é o Luan. Isso hoje. Futebol é tudo muito rápido."

- Sequência de jogos com a defesa bem:

"Muito estudo e muito trabalho também. Eu vejo futebol sendo definido em mínimos detalhes, e treinador tem que ser chato com esses detalhes. Vou tendo a leitura do que vai acontecendo, falando para eles, e eles acompanham. Compram a ideia. Erros acontecem, senão não sairiam gols, mas fico feliz pelo trabalho. Hoje sofremos um gol que não entendi, melhor não falar. Time parabéns."

- Esperança da volta de Luis Ricardo:

"Estou doido para o Luis retornar. No jogo que o Luis se machucou foi quando dei a faixa de capitão para ele. Quando o perdemos foi aquele baque, ficou muito triste, lesão muito grave, vamos esperar o tempo dele. Quando tiver em condições, a briga vai ser muito boa com o Arnaldo. Cara que eu tenho amizade, e dar faixa de capitão não é para qualquer um."

VAVEL Logo