Iranduba empata com Flamengo e garante vaga na semifinal do Brasileiro Feminino A1
Iranduba garantiu vaga na semifinal mesmo com empate em casa (Foto: Michael Dantas/All Sports)

Em partida válida pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro Feminino A1, Iranduba e Flamengo se enfrentaram na noite desta quarta (21), na Arena da Amazônia, em Manaus/AM. Assistido por 15 mil torcedores, público recorde do torneio em 2017, o empate por 1 a 1 garantiu a classificação do Iranduba às semifinais do campeonato nacional pela primeira vez na história.

O Flamengo se despede do Campeonato Brasileiro devido ao critério de gols fora de casa – o jogo de ida no Rio de Janeiro também terminou empatado, pelo placar de 2 a 2. O Hulk da Amazônia agora tem compromisso marcado contra o Santos, pela semifinal do Campeonato Brasileiro Feminino A1.

Primeira etapa carregada de emoções

A partida começou movimentada, com grande pressão do Iranduba pelas laterais. As donas da casa usaram da velocidade e do talento da equipe para trazer perigo ao gol de Kaká, goleira do Flamengo. O grande destaque do Iranduba foi a atacante Dany Helena, que recebeu assistência de Kamilly aos três minutos da primeira etapa e protagonizou o primeiro lance importante da partida.

No entanto, o Hulk da Amazônia só abriria o placar minutos depois. Em jogada rápida após erro de Tânia Maranhão na saída de bola, as amazonenses aproveitaram a chance e abriram o placar aos 20 minutos do primeiro tempo. O gol da classificação veio dos pés de Mayara, camisa 10 do Iranduba. Com o placar parcial em 1 a 0, o Flamengo se viu em situação delicada na partida.

O clube carioca precisava de dois gols para avançar às semifinais e chegou a reacender as esperanças com o empate. Aos 44 do primeiro tempo, Tânia Maranhão se redimiu pelo seu erro e igualou o placar para o Rubro-Negro. Ao final da primeira etapa, as Meninas da Gávea foram para o intervalo motivadas pelo gol de empate e esperançosas por uma reviravolta na partida.

Equipes mantiveram o equilíbrio no segundo tempo da partida

Motivada pelo gol, a equipe do Flamengo voltou melhor que o Iranduba para a segunda etapa, botando pressão nas donas da casa. O segundo tempo teve um início carregado de emoções – aos oito minutos, ambas as equipes já contavam com um gol anulado por impedimento. Djeni, do Iranduba, ainda deu um susto na equipe carioca com bola na trave da goleira Kaká.

O panorama da etapa final da partida foi o extremo oposto do primeiro tempo. Correndo contra o relógio a fim de garantir a classificação, o Flamengo foi mais ousado em campo e passou a ditar o jogo contra o Iranduba. As donas da casa, com o resultado nas mãos, preferiram recuar em campo e passaram a jogar por uma bola no contra-ataque, dando espaço para o Rubro-Negro. A partida terminou equilibrada, com o Hulk da Amazônia mantendo o placar favorável à classificação.

Desclassificado pelo critério de gol fora de casa, o Flamengo dá adeus ao Campeonato Brasileiro Feminino A1. O Iranduba, por sua vez, avança às semifinais do torneio pela primeira vez em sua história. O Hulk da Amazônia tem compromisso marcado contra o Santos em busca de uma vaga na final da competição nacional.

VAVEL Logo