Em sua estreia com camisa do Atlético-MG, Matheus Mancini elogia postura da equipe
Matheus Mancini (meio) enfrentou seu pai, o técnico da Chape, Vágner Mancini (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Com time alternativo, o Atlético-MG deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro após vencer a Chapecoense por 1 a 0, neste domingo (25), na Arena Condá. A equipe mineira construiu o seu placar com gol de Marlone ainda no primeiro tempo.

Estreando na equipe titular, o zagueiro Matheus Mancini gostou da atuação do time e falou como foi enfrentar o seu pai, o técnico Vágner Mancini, que comanda a Chape. “A gente não podia misturar as coisas, foi cada um defendendo sua equipe [sobre o pai]. Eu dei o meu máximo, ele deu o máximo também e saí vitorioso nessa primeira disputa”, comentou o garoto. 

O defensor também avaliou sua estreia com a camisa alvinegra e afirmou que, mesmo com falta de ritmo, aproveitou bem a sua chance. “Foi boa, dentro do possível. O jogador sente um pouco a falta de ritmo, mas eu estava me preparando para ter uma oportunidade e acho que deu para fazer minha parte. Foi um jogo bem disputado, uma guerra, e o Atlético saiu vitorioso”, completou Matheus.

Agora, o Atlético se prepara para enfrentar o Botafogo, na próxima quinta-feira (29), às 19h30, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Depois do duelo frente ao clube carioca, as atenções do Atlético se voltam ao Brasileirão, onde enfrenta o Cruzeiro, pela 11ª rodada. O clássico acontece no domingo (2), às 16h, na Arena Independência.

VAVEL Logo