Luis Henrique rescinde contrato com o Atlético-PR e pode voltar ao Botafogo
Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Há dois anos atrás, Luis Henrique surgia no Botafogo como uma grande esperança para o futuro. O clube, que na época estava na Série B, aproveitou de imediato o atacante, que se destacou no Copa do Brasil Sub-17 daquele ano porque acreditava que ele já estava pronto e que poderia assumir o posto de titular de ataque da equipe Alvinegra mesmo tão jovem.

A expectativa não se concretizou e, após um segundo semestre de 2016 sem muitas chances, o atacante e os seus empresários resolveram não renovar contrato com o time do Rio de Janeiro para assinar com o Atlético Paranaense. O negócio foi fechado a custo zero por ser o fim de vínculo, mas como compensação financeira o Furacão decidiu que 35% dos direitos federativos do atleta permanecesse com o Glorioso.

No clube paranaense, Luis Henrique não conseguiu mostrar um bom futebol e, como a equipe conta com muitas opções para a posição de atacante, o clube decidiu rescindir contrato com o jogador, que não marcou nenhum gol com a camisa rubro-negra e não entra em campo desde o dia 23 de maio.

Apesar de não ter contrato com o Botafogo, aqueles 35% dos direitos econômicos que foram previamente negociados deixam o futuro de Luis Henrique nas mãos do Glorioso. Como existe essa cláusula, o atacante pode voltar a vestir a camisa do time carioca, se o presidente Carlos Eduardo Pereira e seus representantes quiserem que o jogador de 19 anos volte ao clube que o revelou ao futebol.

Apesar da escassez de atacantes e das dificuldades em contratar nomes para o setor, a diretoria não se anima com essa possibilidade por conta dos problemas com os representantes do atleta no fim do ano passado. Se o Botafogo optar por não aproveitar Luis Henrique, ele ficaria livre no mercado para assinar com qualquer time. Com a camisa do Alvinegro, ele marcou 7 gols.

VAVEL Logo