Por uso de sinalizadores, Arena Corinthians tem setor das organizadas interditado pelo STJD
Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (28) o STJD (Tribunal Superior de Justiça Desportiva), decidiu interditar, por um jogo, o setor norte da Arena Corinthians - parte destinada às torcidas organizadas do clube. O motivo foram os sinalizadores acessos na partida diante o São Paulo, dia 11 de junho, antes do inicio da partida e no intervalo. Além da interdição desta área, o Corinthians recebeu uma multa de R$ 10 mil reais. O clube soma mais de R$ 150 mil reais em multas por conta do uso de sinalizadores. O Corinthians pode recorrer da decisão.

A 3ª Comissão Disciplinar do Tribunal, que realizou o julgamento, estava propensa a deixar ainda mais "salgada" a multa imposta ao Corinthians, mas acabaram decidindo que o clube já teria prejuízo suficiente com o setor norte fechado. A área tem capacidade para cerca de sete mil torcedores.

Art. 213. Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir:

I — desordens em sua praça de desporto;

II — invasão do campo ou local da disputa do evento desportivo;

III — lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo.

PENA: multa, de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais).

"Os fatos são incontroversos. O que me chama atenção é que, embora esse caso específico ter ocorrido antes do início e reinício da partida, na ficha disciplinar do Corinthians constam vários casos e punições no artigo 213", disse o relator do caso, o auditor Vanderson Maçullo.

O uso de sinalizadores de luz são proibidos deste fevereiro de 2013. Desde então, torcidas organizadas burlam a proibição em forma de protesto "contra o futebol moderno". Ministério Público e Federação Paulista (FPF), impuseram uma série de medidas contra torcidas organizadas, como a proibição de faixas, instrumentos, adereços e a ultima - mais severa - a aplicação de torcida unica em clássicos. 

 

 

VAVEL Logo