Rogério Ceni lamenta sexto revés seguido e ressalta: "Só com vitórias sairemos desta situação"

Nesta tarde de domingo (02), o São Paulo enfrentou o Flamengo no Estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2017. Perdendo pelo placar de 2 a 0, a equipe do técnico Rogério Ceni somou mais uma derrota na competição e continua em situação complicada na zona de rebaixamento do campeonato. Após a partida, Rogério Ceni falou em entrevista sobre a situação do São Paulo e afirmou acreditar em uma recuperação da equipe.

Na sua entrevista coletiva, Ceni começou falando sobre a partida contra o Flamengo e destacou que tentou montar um time para neutralizar o adversário. O técnico afirmou se abalar com o primeiro gol, mas garantiu que ainda tiveram chances de marcar.

“Montamos um time para neutralizar o meio de campo do adversário. Os dois Evertons gostam de jogar por dentro. Por isso, botamos três volantes, sendo um de contenção e dois que poderiam puxar contra-ataques. Na hora que saiu o gol, perdemos a concentração e tomamos o segundo gol. Aí fica difícil ter reação. Mas, mesmo assim procuramos o jogo no segundo tempo, tivemos chances”, avaliou o técnico.

O treinador também falou sobre a situação do São Paulo e a baixa pontuação no campeonato, que é algo que atrapalha com o os jogadores que se sentem mais pressionados.

“Uma pontuação baixa atrapalha, porque o jogador entra em campo mais pressionado. E ainda pegamos uma sequência de dois jogos fora de casa contra o Flamengo e Santos, que será no próximo final de semana. Naquela bola parada, o Flamengo mudou o jogo que estava equilibrado”, comentou o treinador.

Rogério destacou a situação do São Paulo que se sente obrigado a voltar a vencer. Porém o técnico também disse que se deve continuar trabalhando e tentando ficar mais forte, ainda que o campeonato seja longo e tenha mais 28 rodadas.

“Só com vitórias sairemos desta situação, não tem jeito. Tem de seguir trabalhando, fazendo a equipe se tornar mais forte dentro de campo e mentalmente. Temos 28 rodadas pela frente e temos que buscar sair dessa situação. É hora de unir forças, porque é uma zona desconfortável, assim como outros times também passaram por essa situação no início do campeonato”, afirmou Rogério.

Encerrando sua entrevista, Ceni afirmou que para reagir precisa mudar o pensamento da equipe e ter uma nova postura para reverter à situação no segundo turno. O treinador também destacou o equilíbrio do campeonato e que não se pode dar bobeira nos jogos mais “fáceis”.

“Temos que reverter. Tem meio turno para reagir e depois começar com novo pensamento a partir do momento em que se distanciar do grupo. Só que, hoje, o Campeonato Brasileiro é mais equilibrado. Ao mesmo tempo em que você pode vencer Flamengo e Santos fora de casa, você pode ser surpreendido em casa por um time considerado mediano”, finalizou o comandante são paulino.

O próximo jogo do São Paulo será apenas no domingo seguinte (09), aonde o Tricolor paulista enfrentará o Santos pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A. O São Paulo jogará novamente fora de casa, a partida será no Estádio Vila Belmiro, às 19h.

VAVEL Logo