Insatisfeitos com rendas e cheios calendários, Sport e Náutico abandonam Liga do Nordeste
Foto: Williams Aguiar/Sport Recife

Dois dos mais tradicionais clubes do Nordeste anunciaram a saída da Liga do Nordeste. Em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (3), Sport e Náutico anunciaram a não participação na Copa do Nordeste e buscam parceiros para montar nova competição regional mais lucrativa e positiva debaixo de seus pontos de vista. Participaram do evento dirigentes rubro-negros e alvirrubros, além do presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho. Apesar do time alvirrubro não conseguir a vaga para disputar o Nordestão no ano que vem, se juntou ao arquirrival.

Os motivos para a desfiliação rubro-negra e alvirrubra mais destacados foram a pouca rentabilidade, os jogos pouco atrativos e o excesso de calendário. Segundo o diretor de futebol do Náutico, Emerson Barbosa, a questão financeira pesou bastante. "Acreditamos que a cota inicial de R$ 600 mil é muito baixa. Sabemos que a competição é rentável, mas o repasse feito aos clubes não é compatível com o que nós representamos. Para o Náutico, esse foi o principal peso", explicou o dirigente.

Quem tomou a frente e falou mais sobre o atual panorama foi o presidente do Sport, Arnaldo Barros. Segundo o mandatário leonino, o calendário abarrotado, com diversos jogos no primeiro semestre, onde vários jogadores tiveram o rendimento prejudicado, o que, consequentemente, comprometeu o desempenho rubro-negro em algumas competições. Além disso, a queda na procura e no interesse popular foi apontado como outra razão.

"Participamos de cinco competições ao mesmo tempo. Precisamos de um calendário mais racional, do contrário, vamos ver sempre o que aconteceu neste ano: vários jogadores no Departamento Médico, com semanas ou meses fora, sem poder produzir para o clube que o está pagando. Tivemos vários jogos em Pernambuco com mil, 800 pagantes, o que nunca havia acontecido. Jogando quarta e domingo toda semana. Até podemos jogar quarta e domingo, mas tem de ser exceção. Esse não é o único, mas é um dos motivos para termos jogos com públicos tão baixos. Porque o excesso de jogos, muitos pouco atrativos, acaba fazendo o torcedor ter de escolher: ou vai a um jogo ou vai a outro", afirmou Arnaldo Barros.

Em conclusão, o presidente do Leão da Ilha falou sobre o convite a fazer parte da Primeira Liga, bem como reunir com outras equipes nordestinas a fim de montar uma competição de mesmo caráter, mas com mais benefícios aos times envolvidos.

"Tudo pode acontecer. Já houve convite. Interesse existe. Mas temos algumas restrições, porque eles não chegaram a acordo com federações. A Liga não tem datas. Se eu estou achando ruim jogar em simultaneidade com o Pernambucano, como vou jogar de forma simultânea ao Brasileiro? Há alguns clubes simpáticos à ideia e vamos esperar e buscar novas adesões. Temos tempo. Vamos aguardar um pouco e, quando houver um formato definido, um produto pronto, vamos buscar parceiros para comercializar", finalizou.

A outra grande força pernambucana ainda não se pronunciou se segue os dois rivais estaduais. O Santa Cruz apenas divulgou uma nota oficial em uma rede socialonde afirmou analisar a situação com seu Conselho Deliberativo. Porém, caso permaneça na Liga do Nordeste e, consequentemente, dispute o Nordestão, requer a vaga direta em substituição ao Sport, que abandonou a disputa.

Confira abaixo a nota oficial do Santa Cruz

POSICIONAMENTO SOBRE A COPA DO NORDESTE

Sobre a participação na Copa do Nordeste 2018, o Santa Cruz Futebol Clube vem esclarecer:

1. O Executivo solicitou uma reunião, junto ao Conselho Deliberativo. Nesta conversa, serão definidas as possibilidades de continuidade ou desfiliação da Liga do Nordeste.

2. Sobre o Pré-Nordestão, a conclusão é de que: caso fique definida a permanência do Santa, dentro da Liga, e considerando a anunciada desfiliação do Sport Club do Recife, conforme o regulamento, o Tricolor teria vaga direta na competição. Portanto, o Santa Cruz não reconhece o sorteio realizado, nesta segunda-feira, como algo definitivo.

VAVEL Logo