Jorginho garante retorno de Lucas Fonseca ao time titular em duelo contra Fluminense
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Nessa quarta-feira (5), o Bahia continuou sua preparação para o duelo contra o Fluminense. O jogo de clubes tricolores será disputado às 16 horas do próximo domingo (9), na Arena Fonte Nova, em Salvador/BA, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2017. O Esquadrão de Aço soma 11 pontos e ocupa o 16º lugar, às portas da zona de rebaixamento. Neste fim de semana, o time espera encerrar uma sequência de seis resultados negativos - quatro vitórias e dois empates.

Para isso, as atividades realizadas no Fazendão não tiveram registros da imprensa, principalmente a parte tática. O técnico Jorginho iniciou os trabalhos com a exibição de um vídeo sobre o adversário da rodada. No gramado, foi comandado um trabalho técnico em campo reduzido, iniciou as atividades táticas e começou a testar a equipe que pretende usar como titular na Fonte Nova.

Em entrevista ao site oficial do clube, o treinador tricolor falou sobre acompanhar o jogo no último fim de semana longe do banco de reservas, uma vez que cumpriu suspensão automática por ser expulso contra o Flamengo e deu um panorama sobre a atuação da equipe no Ba-Vi.

"É uma sensação que a gente tem que se adaptar. Tenho dez anos como treinador, mas às vezes dá vontade de entrar em campo, cruzar umas bolas, mas não pode mais. Quando se fica de fora completamente, não se tem condições de passar recado, motivação, organização. É muito difícil. A gente se sente impotente. Trabalhamos bastante durante a semana, infelizmente não foi um grande jogo. Pelo que me lembro, desde que cheguei aqui, foi o pior jogo que fizemos. Não nos encontramos, não sei se foi ausência da torcida, o campo adversário. O rival teve maior controle do jogo", explicou.

Foto: Felipe Oliveira|EC Bahia

Quanto ao elenco à disposição, o zagueiro Jackson treinou no campo, mas ainda é dúvida. O volante Edson está recuperado, mas ainda tem quatro jogos restantes a cumprir de punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Quem também não vão entrar em campo são o meia Allione, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Wellington Silva, Edigar Junio e Hernane Brocador, todos no departamento médico. A boa notícia fica por conta do retorno do zagueiro Lucas Fonseca, que deve ser escalado de primeira depois de cumprir suspensão automática no confronto diante do Vitória. Jorginho comentou sobre as ausências e o retorno do capitão da equipe.

"Lucas Fonseca é um jogador experiente. Essa experiência conta bastante. Foi expulso, mas no todo mantém o equilíbrio, até mesmo emocional, muito grande. Foi uma grande surpresa ele estar envolvido na questão do temperamento, a gente espera que não ocorra mais. Ele é fundamental pelo posicionamento, não que o Éder e o Rodrigo tenham jogado mal. Mas o Lucas volta na condição de titular. Allione é taticamente muito importante para a construção do trabalho, mas temos outras possibilidades, jogadores de condições diferentes, não tático, mas de velocidade, mais força", disse.

Em conclusão, Jorginho expôs sua opinião sobre o Fluminense, oponente deste domingo (9). O técnico deixou claro que vai usar os treinamentos da semana para estudar o adversário com o objetivo de anular as qualidades do Tricolor das Laranjeiras quando os times estiverem em campo.

"O Fluminense é uma equipe que a gente sabe que é muito veloz, tem seus defeitos, dificuldades, a gente observa bem. Vamos explorar bastante os treinos dessa semana em cima dessas dificuldades. Conheço bem a equipe do Fluminense, muitos jogadores trabalhei contra quando estive no Vasco. A gente vê as condições positivas e negativas desse time. Todo jogador viu o jogo, a comissão técnica, vamos trazer nossa observação para os treinos", concluiu Jorginho.

VAVEL Logo