Atlético-MG e Ronaldinho acertam pendências e clube desconversa sobre jogo de despedida
Gaúcho foi campeão da Copa Libertadores pelo Galo em 2013 (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

O último ponto que ligava Atlético-MG e Ronaldinho Gaúcho, além da incrível história que ficará marcada na memória de cada atleticano após a épica conquista da Copa Libertadores de 2013, teve um fim nesta quinta-feira (6). Clube e jogador chegaram em acordo a respeito das pendências financeiras que ainda os ligavam ''fisicamente''.

Com dívidas antigas, ainda referentes a passagem de R10 de 2012 a 2014, serão pagas de  forma parceladas ao jogador. O valor da dívida não foi informada pelo clube que alegou não revelar os valores e cláusulas da dívida por envolver confidencialidade de ambas as partes.

Juntamente com o esclarecimento dessa pendência judicial, o Galo deixou claro que não fará jogo de despedida para o meia Gaúcho como havia sido especulado nas redes sociais por alguns dias. Segundo a agremiação, esse jogo não está incluído na dívida quitada.

Ronaldinho Gaúcho jogou pelo Atlético de 2012 a 2014. Foi apresentado ao clube no dia 4 de junho, seu primeiro jogo com a camisa alvinegra ocorreu no dia 9 de junho na partida Palmeiras e Atlético, no Pacaembu, jogo vencido pelo Galo por 1 a 0. Disputou um total de 85 jogos, indo às redes em 25 partidas.

Seus gols mais lembrados pelo Atlético são: o primeiro pelo Atlético no clássico mineiro; o gol de cabeça contra o São Paulo pelas oitavas de final da Libertadores em 2013; um dos gols na vitória contra o Arsenal de Sarandi; e os três gols na vitória sobre o Figueirense, logo após a morte do seu padrasto. Lances como o gole d'água pedido ao Rogério Ceni, ainda goleiro do SPFC na época, que resultou em uma bela assistência pra o gol de Jô marcaram a passagem do Ronaldinho.

O meia ainda conquistou a Copa Libertadores em 2013, o Campeonato Mineiro desse mesmo ano e Recopa Sul-Americana de 2014.

VAVEL Logo