Sport se impõe e com dois de André abre vantagem contra Arsenal-ARG na Sul-Americana
Foto:Williams Aguiar/Sport

O Sport deu o primeiro grande passo para seguir sonhando com um título internacional. O Leão entrou em campo na noite desta quinta-feira (6) para enfrentar o Arsenal-ARG, na Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco, pela ida das oitavas de finais da Copa Sul-Americana 2017. O gramado e a falta de pontaria acabaram sendo os principais adversários do rubro-negro pernambucano, que foi superior durante todo tempo e garantiu uma vitória por 2 a 0. André foi o autor dos dois gols leonino.

Com o resultado desta noite, o Sport constrói uma boa vantagem para a partida da volta, em que os rubro-negros vão poder sair de campo derrotados até por um gol de diferença e ainda assim estarão classificados para próxima fase. Já o Arsenal-ARG vai precisar vencer por três gols para ficar com a vaga. Um novo 2 a 0, mas em favor dos argentinos levará para a disputa de pênaltis a decisão.

A volta para saber quem avança às quartas de finais da Copa Sul-Americana 2017 vai acontecer apenas no dia 27 de julho. Os dois vão se enfrentar, às 19h15, no Júlio Grondona, em Sarandí, na Argentina. Antes disso, o Sport terá a Série A do Campeonato Brasileiro. O Leão vai entrar em campo na próxima segunda-feira (10), às 20h00, para enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira, em Curitiba, Paraná. Já o Arsenal-ARG não tem mais partidas, pois o Campeonato Argentino já foi encerrado.

Leão falha nas finalizações, argentinos não atacam e etapa fica sem gols

O confronto começou com as duas equipes se estudando bastante, mas com os donos da casa mostrando que não queria saber de ficar sem se trabalhar no ataque, enquanto os visitantes priorizavam a marcação para tentar surpreender nos contra-ataques. A primeira boa chegada aconteceu aos sete minutos em favor do Sport. André recebeu bom cruzamento de Sander, subiu sozinho no meio da defesa do Arsenal-ARG, e cabeceou para fora, perdendo uma boa oportunidade.

Uma boa oportunidade voltou a surgir para o Sport aos 16 minutos, mas novamente foi desperdiçada. Tabelando na frente da área, Rogério recebeu livre de frente para a meta e chutou muito fraco, sem assustar ninguém. O que Luxemburgo não contava era ter que alterar o meio-campo ainda com 20 minutos. O volante Patrick sentiu uma lesão e precisou deixar o gramado para entrada de Rodrigo. O ritmo foi caindo bastante e várias faltas acontecendo no meio-campo, o que acabava deixando o duelo sonolento.

Surgir novas oportunidades estavam se tornando cada vez mais raros com o passar do tempo, principalmente, por conta do gramado ruim e erros de passes. Aos 37 minutos, entretanto, o Sport ficou bem perto de abrir o placar. Everton Felipe entrou na área com velocidade pela direita, cruzou rasteiro e Diego Souza fez o corta luz para Rithely chegar chutando e parar no goleiro Pablo Santillo. Logo depois, o arqueiro argentino precisou trabalhar novamente em um chute forte de André de fora da área, que foi no canto, com muito perigo.

Com a pouca qualidade para finalizar, o Sport continuou perdendo boas oportunidades que eram construídas através do meia-atacante Everton Felipe, enquanto o Arsenal-ARG não mostrava forças para levar perigo até a meta defendida por Magrão, que sequer precisou fazer alguma defesa. Desta maneira, o primeiro tempo acabou sendo encerrado no empate sem gols, ruim para os mandantes.

André marca dois, Sport mantém superioridade contra Arsenal-ARG e garante vantagem

Para o segundo tempo, o técnico Vanderlei Luxemburgo resolveu manter a mesma equipe, sem promover alterações. Já o técnico Humberto Grondona também preferiu não modificar e manteve a formação da primeira etapa. Com a bola rolando, o Sport continuou bem melhor que o Arsenal-ARG, mas continuando com falhas nas finalizações, principalmente, quando Rogério era o responsável por concluir as jogadas. Assim foi quando ele entrou na área aos sete minutos, cortou a marcação errado e acabou se jogando, com o árbitro mandando seguir.

Buscando melhorar o desempenho no meio-campo, o técnico Humberto Grondona resolveu tirar Rolon para colocar Fragapane. O primeiro gol da partida, entretanto, veio em favor do Sport. Aos nove minutos, Rithely pegou a bola fora da área e chutou errado, mas Samuel Xavier aproveitou bem o erro para cruzar e André ter apenas o trabalho de empurrar para o fundo das redes para delírio da torcida rubro-negra. No minuto seguinte, Wilchez respondeu bem e quase deixou tudo igual ao entrar na área e chutar cruzado para Magrão fazer uma boa defesa. 

A desvantagem fez o Arsenal-ARG começar a buscar um pouco mais o setor ofensivo para tentar chegar ao empate. O técnico Humberto Grandona fez então uma alteração mais ousada, tirando o zagueiro Velazquez para colocar o atacante Contreras. O Sport foi aos poucos retomando o controle e ficou reclamando de uma penalidade não marcada aos 20 minutos, quando Diego Souza entrou na área e foi derrubado por Curado. Sem querer se expor, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez uma alteração colocando o lateral-esquerdo Mena no lugar do atacante Rogério. O resultado disso veio logo aos 27 minutos, quando Mena recebeu bom passe de Everton Felipe, foi até a linha de fundo e cruzou para André cabecear para o fundo das redes para delírio da torcida leonina.

Diante da superioridade, o Sport foi apenas administrando o placar para conseguir uma boa vantagem, tentando chegar ao terceiro gol apenas nos contra-ataques ou toque de bola com qualidade. Já o Arsenal-ARG partiu desesperadamente para o ataque, mas mostrava pouca efetividade na construção das jogadas e finalizações. Assim, o confronto acabou sendo encerrado no 2 a 0 em favor dos mandantes.

VAVEL Logo