De criticado a exaltado: o crescimento de Pedro Rocha na temporada
Foto: Lucas Uebel | Grêmio

Pedro Rocha Neves, ou simplesmente Pedro Rocha. Resumindo mais ainda PR32. De criticado a exaltado por uma torcida inteira. Meia atacante pela esquerda no Grêmio, o jogador vem em constante crescimento e contribuindo cada vez mais e sendo participativo em jogadas de gol. Líder de assistências no tricolor, onze até agora, e onze gols marcados, o atacante tem participação direta em 22 dos 92 gols marcados pelo Tricolor na temporada.

Apelidado de "homem mata-mata" pela torcida, devido aos gols marcados em jogos decisivos nas competições de copa, como no primeiro jogo da final da Copa do Brasil em 2016, até a mais recente classificação para as quartas de final da Libertadores, contra o Godoy Cruz na Arena, quando em ambas oportunidades o "filho do seu Jessé" mandou a bola para o fundo da rede por duas vezes.

Pedro Rocha também marca história no novo estádio tricolor, é o terceiro na artilharia da nova Arena do Grêmio, com 14 gols no total. Foi também um dos melhores finalizadores do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, com 16 chutes diretos a gol. Na Libertadores, ele tem o maior número de dribles, assistências e é o segundo melhor jogador em finalizações, na tabela geral do torneio. Pedro tem sido fundamental no esquema montado pelo técnico Renato Portaluppi, sendo o principal jogador responsável por abrir as jogadas e por tornar a esquerda do Grêmio forte. O homem de criação das triangulações juntamente com Ramiro e Luan, além de ter notável agilidade na troca de passes.

Nessa Copa do Brasil, PR32 já mandou a bola em direção ao gol em onze oportunidades, marcou três gols e mandou apenas duas pra fora, arrancando ainda seis boas defesas dos goleiros adversários. Ainda observando o mapa de calor do jogador nos jogos, percebe-se que o atacante domina a esquerda e tem um grande protagonismo no ataque, por isso tantos chutes a gol.

Pedro Rocha, que tinha há pouco tempo a fama de não fazer gols, mostrou que também é um ótimo finalizador, mas em diversas oportunidades já explicou: "tenho que fazer a jogada lá atrás e como chego cansada lá na frente prefiro passar para algum companheiro fazer.". Isso explica os dados que tornam Pedro Rocha um dos principais jogadores do time titular do Grêmio, está sempre chamando a marcação para si e procurando abrir o jogo para os companheiros nas laterais.

Pedro Rocha aprendeu a usar sua velocidade tática para aprimorar a qualidade dos seus passes, no início da temporada tinha o costume de se atrapalhar nas próprias jogadas, com a inteligência tática adquirida ao longo do ano hoje em dia é um dos "intocáveis" no esquema de Portaluppi.

No seu estilo de jogo, PR32 reconhece que a principal característica desse time do Grêmio é a posse de bola e sobre isso falou logo no início do ano: “A gente vem evoluindo a cada dia nos treinamentos. Nos jogos a gente consegue ficar com a bola e isso facilita bastante. Quando um companheiro está com a bola o outro já sabe o que tem que fazer. Tem que manter esse caminho”.

Jogando ao lado do lateral Cortez, Pedro tem demonstrado confiança e tranquilidade, além de ter mais liberdade para flutuar no meio campo em direção ao ataque, tendo assim mais precisão na sua finalização. Isso explica a média de gols do atacante ter aumentado. Pedro Rocha é um atleta múltiplo que atua com tranquilidade em diversos setores do campo e, com a liberdade que vem ganhando, tem sido mortal nos contra-ataques. Luan e Everton já tentaram por vezes jogarem como Pedro Rocha, quando o atacante teve que desfalcar o Tricolor, e não tiveram uma recomposição de ataque/defesa tão boa quanto a de PR32.

Nesta quarta-feira (16), o Tricolor recebe o Cruzeiro na Arena, às 21h45, para realizar o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil. Na mesma oportunidade em 2016, Pedro Rocha foi um dos protagonistas do jogo, tentando jogadas individuais que eram paradas com faltas pelos zagueiros do Cruzeiro. No primeiro gol marcado por Luan, no Mineirão, a jogada partiu pela esquerda com Marcelo Oliveira e Pedro Rocha para o camisa 7 marcar. O atacante estará presente no time de Renato mais uma vez e será essencial para o Tricolor encaminhar, mais uma vez, a vaga para a final da competição.

VAVEL Logo