Raio-X das equipes de Botafogo e Flamengo
Foto: Editoria de Arte/VAVEL.com

Com a chegada da partida entre Botafogo e Flamengo, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, a VAVEL Brasil resolveu comparar as equipes provavelmente titulares para esse primeiro jogo dos rivais do Rio de Janeiro.

Para isso, contamos com a presença de Rodrigo da Costa, redator do Fluminense, Sergio Santana, redator do Botafogo, e Pedro Henrique Guimarães, redator do Flamengo. Desse jeito, não há a possibilidade de empate e um jogador sempre sairá vencedor de alguma disputa.

1: Gatito Fernandez x Alex Muralha

Sergio: Gatito - Apesar de ter sido convocação pra seleção brasileira em outras ocasiões, Muralha não vem numa boa fase e jogará apenas por conta da não-inscrição de Diego Alves. O paraguaio, por sua vez, passa por um momento fantástico e é um dos principais jogadores da equipe

Rodrigo: Gatito - O goleiro alvinegro passa mais segurança, além de viver grande fase em 2017. Situação oposta de Muralha que acabou perdendo a vaga, mas pela não-inscrição do Diego Alves será o titular.

Pedro: Gatito.

(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

2: Luis Ricardo x Pará

Sergio: Empate - Luis Ricardo vivia uma fase maravilhosa no ano passado até se machucar. Voltou há algumas semanas, mas ainda não conseguiu engrenar a fase de antes, estando tímido em muitas partidas. Do outro lado, Pará não é uma certeza para os torcedores do Flamengo e não consegue empolgar, brigando pela vaga durante todo o ano com Rodinei

Rodrigo: Pará - Costuma levar mais perigo quando ataca, sendo uma das principais armas ofensivas do Flamengo.

Pedro: Pará - Apesar da queda de rendimento do setor defensivo rubro-negro, Pará é peça importante nas tramas ofensivas do Flamengo. Sem ele, o clube perde muito e isso o torna nome necessário para o atual campeão carioca

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

3: Joel Carli x Réver

Sergio: Carli - Nesse embate de capitães, acho que o argentino leva a melhor por conta das seguidas boas atuações junto com um grande espírito de liderança. Dominante pelo alto, o argentino é um dos destaques do Botafogo no ano

Rodrigo: Carli - Ambos são os capitães, mas Carli vive melhor fase. Embora o sistema defensivo do Flamengo passe por uma má fase coletiva, Rever tem cometido falhas, enquanto o zagueiro alvinegro tem passado mais segurança

Pedro: Carli

(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

4: Igor Rabello x Juan

Sergio: Igor Rabello - Apesar de Juan não comprometer, ele teoricamente não é titular e provavelmente jogará pela não-inscrição de Rhodofo. Rabello, por sua vez, teve uma grande evolução nesse ano e tomou conta da segunda vaga na zaga alvinegra

Rodrigo: Igor Rabello - É mais consistente que Juan, vive melhor fase e passa mais segurança

Pedro: Igor Rabello

(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

5: Victor Luis x Miguel Trauco

Sergio: Victor Luis - É um dos jogadores mais consistentes da equipe e um dos mais aclamados pela torcida. É um ícone de liderança e garra, uma das caras desse time de Jair Ventura. Trauco, apesar do começo muito animador, acumula algumas partidas ruins nos últimos meses, principalmente na parte defensiva          

Rodrigo: Victor Luis - É mais importante e consistente que o peruano, que até começou bem a temporada, mas caiu muito de rendimento     

Pedro: Trauco - Apesar da expulsão e do péssimo jogo contra o Galo, Trauco vem em uma crescente na marcação e ofensivamente é uma arma surpresa, com uma técnica que impressiona e capacidade de escolher sempre as melhores jogadas

(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

6: Rodrigo Lindoso x Márcio Araújo

Sergio: Lindoso - Assumiu a vaga após a lesão do Airton e parece que, mesmo com a volta do volante machucado, não deixará o time titular. É importante pois consegue ditar o ritmo do time, dando passes e rodando o jogo. Além disso, tem qualidade quando chega à frente, com uma boa finalização de média distância     

Rodrigo: Lindoso - É peça fundamental no meio-campo do Botafogo distribuindo o jogo e compromete menos que Márcio Araújo, que embora seja importante defensivamente, falha constantemente

Pedro: Márcio Araújo - Apesar das críticas da torcida rubro-negra, Márcio Araújo é importante no esquema do Flamengo por conta da ofensividade dos demais jogadores, que já declararam a importância do camisa 8 para a funcionalidade da equipe

(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

7: Matheus Fernandes x Willian Arão

Sergio: Arão -Tecnicamente, Arão é melhor que o jovem Matheus Fernandes, que está no seu primeiro ano como profissional. Porém, o volante do Flamengo não vinha de uma boa fase e passou um tempo no banco de reservas. Matheus, por sua vez, é constantemente titular do Botafogo, mesmo com a inexperiência. Apesar disso, conta a qualidade técnica e rodagem, Arão leva

Rodrigo: Arão - É importante no meio-campo do Flamengo ajudando na distribuição do jogo. Apesar de ter caído de rendimento, tem mostrado evolução depois que foi para o banco

Pedro: Arão - Sem ele, o setor de criação do Flamengo cai apenas em Diego, que acaba sobrecarregado. Caiu de rendimento, foi para o banco mas voltou disposto a recuperar seu espaço demonstrando o bom futebol

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

8: Bruno Silva x Orlando Berrío

Sergio: Bruno Silva - Apesar do crescimento técnico do colombiano ultimamente, Bruno Silva é o melhor jogador do Botafogo em 2017 e está jogando em alto nível em todas as competições desde o começo do ano

Rodrigo: Bruno Silva - Apesar da evolução do Berrío ao longo da temporada, Bruno Silva por vários momentos foi o destaque do Botafogo e faz uma grande temporada

Pedro: Berrío - Apesar da excelente temporada de Bruno Silva, o colombiano cresceu muito desde sua chegada ao Flamengo. Sua responsabilidade tática e velocidade, somada com um melhor poder de decisão adquirido com o tempo, o tornou ótima opção para a ponta do Flamengo

(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

9: João Paulo x Diego

Sergio: João Paulo - Apesar de Diego ser bem melhor tecnicamente, ele não vem apresentando o seu melhor futebol e chegou a ser vaiado na partida contra o Vitória. João Paulo, por sua vez, é um dos jogadores mais aclamados pela torcida do Botafogo e vem apresentando boas atuações ultimamente

Rodrigo: Diego - é o principal jogador do Flamengo, é mais experiente, é melhor tecnicamente e apesar da fase não ser muito boa pode fazer a diferença de qualquer jeito

Pedro: Diego

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

10: Rodrigo Pimpão x Éverton

Sergio: Éverton - Na minha opinião, um dos duelos mais equilibrados. Os dois jogadores são extremamente importantes aos respectivos sistemas, mas dificilmente Éverton joga mal e é um dos principais jogadores da equipe do Flamengo    

Rodrigo: Éverton

Pedro: Éverton - Peça que faz o Flamengo render. Em meio a um elenco estrelado, ele, quieto, faz seu papel e é o motorzinho do Flamengo. Sem ele, o rendimento sempre cai   

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

11: Roger x Felipe Vizeu

Sergio: Roger - Leva vantagem por conta da inexperiência de Vizeu. Melhorou muito durante o ano e de jogador vaiado pela torcida, passou a ser um dos mais aplaudidos por conta do seu esforço e boa vontade durante as partidas    

Rodrigo: Roger

Pedro: Roger

(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

Desse jeito, o Raio-X da VAVEL Brasil entre os times de Flamengo e Botafogo ficou: Gatito Fernandez; Pará, Igor Rabello, Joel Carli, Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Willian Arão; Bruno Silva, Diego, Éverton; Roger. – Estando em negrito aqueles que foram unanimidades. 

VAVEL Logo