Cruzeiro revê Grêmio pela Copa do Brasil, seu algoz na última edição; relembre duelos de 2016
Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

A queda do Cruzeiro na Copa do Brasil de 2016, já na semifinal, teve um carrasco e tanto. O Grêmio foi o time responsável pela eliminação celeste no torneio nacional, sagrando-se campeão em seguida ao bater o Atlético-MG na decisão. Em 2017, coincidentemente, Raposa e tricolor gaúcho voltam a se encontrar pela semifinal da competição, fase que será aberta nesta quarta (16), às 21h45.

Postulantes a uma vaga na grande decisão da Copa do Brasil, a história a ser construída pelas equipes nesta edição de 2017 começa apenas quando o juiz apitar o início da partida na Arena do Grêmio. O enredo de 2016, no entanto, pode ser contado, e por isso a VAVEL Brasil relembrou como foram os encontros de Cruzeiro e Grêmio pela semifinal da Copa do Brasil do ano passado.

Semifinal da Copa do Brasil de 2016: Grêmio constrói belo resultado no Mineirão

Cruzeiro e Grêmio duelaram por uma vaga na decisão da Copa do Brasil de 2016. No dia 26 de outubro, esses dois gigantes do futebol brasileiro se encontraram no Mineirão, que recebeu um público de 53.452 torcedores. Enquanto de um lado a equipe celeste contava com o uruguaio Arrascaeta como arma, o time gaúcho tinha Luan, em excelente fase, ditando o ritmo do ataque tricolor. 

A equipe treinada por Renato Gaúcho envolveu o time mineiro, e, logo aos 19 minutos do primeiro tempo, com uma jogada espetacular de exatos 23 toques na bola, os visitantes abriram o placar. Luan encobriu o goleiro Rafael, que viu um arremate perfeito de um lance belíssimo dos gaúchos. A partir dali, o Cruzeiro buscou o empate, mas não conseguia derrubar o forte sistema defensivo do adversário.

No segundo tempo, Mano Menezes resolveu abrir mais a equipe, tirando um lateral para colocar o meia-atacante Alisson - para ter mais velocidade no seu ataque. Porém, o time gaúcho se fechou e, em um contra-ataque que começou com o zagueiro Kannemann, Ramiro dominou na intermediária e lançou Douglas. O camisa 10 gremista entrou na área e finalizou de perna direita para ampliar o placar e dar números finais à partida.

Com a vantagem, o Grêmio poderia perder até por 1 a 0 na partida de volta, em casa, que mesmo assim conseguiria a vaga para a decisão da Copa do Brasil. O que aconteceu na Arena do Grêmio, uma semana depois?

Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

FICHA TÉCNICA: Cruzeiro 0x2 Grêmio
Jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil
Data: 26/10/2016 (quarta-feira)
Local: Mineirão
Árbitro: Péricles Bassols-PE (FIFA)
Público: 50.715 pagantes / 53.452 presentes
Renda: R$ 1.606.821,00

Cruzeiro: Rafael; Lucas (Alisson), Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Denilson (Alex), Lucas Romero e Robinho; De Arrascaeta, Rafael Sóbis (Willian) e Ramón Ábila. 

Grêmio: Marcelo Grohe; Edilson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Jaílson), Ramiro e Douglas; Pedro Rocha (Éverton) e Luan (Kaio). 

Gaúchos e mineiros ficam no empate, e Grêmio avança para a final da Copa do Brasil

O Grêmio saiu de Belo Horizonte com uma boa vantagem na semifinal da competição. Em casa, a equipe gaúcha viu 52.363 torcedores na arquibancada, em sua maioria gremista, esperando por um resultado positivo e avanço para a grande decisão. Na primeira etapa, a pressão era maior do Cruzeiro, que já entrou em campo com um placar desfavorável no agregado. Ainda assim, os donos da casa souberam se colocar bem defensivamente e não levaram gols.

Ariel Cabral chegou a mandar bola na trave do goleiro Marcelo Grohe, mas a Raposa não conseguiu alterar o placar nos primeiros 45 minutos do jogo decisivo. Na volta para etapa complementar, nem de um lado nem de outro: ninguém estufou as redes do adversário, e o marcador no Mineirão sequer foi mudado. A partida terminou empatada em 0 a 0, e o Grêmio se garantiu na decisão do torneio.

Em campo, além de um grande confronto do futebol brasileiro, estava também a busca pela soberania no histórico da Copa do Brasil. Ambos tinham quatro conquistas do torneio e eram os maiores vencedores da competição. Com o avanço à decisão e sequente conquista, o Grêmio se isolou na ponta da Copa do Brasil, com cinco títulos, e a Raposa passou a ser a segunda maior campeã. Em 2017, essa história pode ou não mudar.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

FICHA TÉCNICA: Grêmio 0x0 Cruzeiro
Jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil 
Data: 02/11/2016 (quarta-feira)
Local: Arena do Grêmio
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Público: 47.687 pagantes / 52.363 presentes
Renda: R$ 1.708.865,00

Grêmio: Marcelo Grohe; Edilson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro (Jaílson) e Douglas (Rafael Thyere); Pedro Rocha (Éverton) e Luan.

Cruzeiro: Rafael; Lucas Romero, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral e Robinho (Ramón Ábila); De Arrascaeta (Rafael Sóbis) Alisson e Willian (Alex).

VAVEL Logo