Vitória supera e encerra invencibilidade do Corinthians no Campeonato Brasileiro
Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Acabou o encanto. Enfim, a pergunta foi respondida. Não existe mais nenhuma equipe na primeira divisão do futebol brasileiro que não tenha perdido um jogo sequer. O Vitória surpreendeu e encerrou a longa sequência de invencibilidade do Corinthians na temporada. Em jogo disputado na tarde deste sábado (19), na Arena Corinthians, válido pela abertura da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, o Leão da Barra bateu o Timão por 1 a 0, com gol assinalado por Tréllez.

Com o resultado, o time do Parque São Jorge permanece na liderança da Série A com 47 pontos e a diferença para o Grêmio mantém em oito pontos. O Tricolor Gaúcho ainda joga neste fim de semana e os paulistas têm uma rodada a menos em relação aos porto-alegrenses. Por outro lado, a situação dos baianos melhora um pouco, mas não é suficiente para deixar a zona de rebaixamento. A equipe rubro-negra tem 22 pontos, ocupa a 18ª colocação, a mesma pontuação de Chapecoense e São Paulo – primeira equipe fora da degola, ambas jogam neste domingo (20).

A próxima rodada será realizada no fim de semana. O Corinthians enfrenta o Atlético-GO às 19 horas do próximo sábado (26), em mais um jogo a ser disputado na Arena. O Vitória entra em campo às 20 horas da segunda-feira (28), contra o Coritiba, no Couto Pereira. Antes, o Timão enfrenta a Chapecoense, em jogo válido pela 20ª rodada, na Arena Condá, às 19h da quarta-feira (23).

Tréllez deixa baianos na frente do marcador

O Vitória foi um adversário encardido para o Corinthians. Apesar da pressão inicial, os primeiros minutos davam evidência de que a situação na tabela de classificação não seria condizente com o que seria visto nos 90 minutos seguintes. Logo no começo da partida, o alvinegro tentou deixar sua marca em dois lances consecutivos. Fagner cobrou arremesso lateral na área e a bola passa por todos; na sequência, Maycon finaliza sobre a meta. Enquanto o Corinthians tentava chegar pelos cruzamentos, o Vitória buscava os contra-ataques para surpreender e deixar sua marca.

Na primeira chegada rubro-negra, Juninho avançou bem pelo lado esquerdo de ataque e cruzou. Pedro Henrique afastou a bola. Em seguida, o Leão da Barra marcou o gol que seria o do importante triunfo. Aos 11 minutos, Neílton avançou em contra-ataque e tocou para Tréllez. O colombiano chutou e a bola desviou nas pernas de Guilherme Arana antes de entrar.

Depois do gol sofrido, os donos da casa resolveram intensificar a pressão para buscar o empate ainda na etapa inicial. Rodriguinho arriscou de longe e Fernando Miguel espalmou. No rebote, Jô tentou mandar para as redes, mas o arqueiro rubro-negro defendeu mais uma vez. As laterais eram usadas para armar as jogadas ofensivas. Romero deixou Rodriguinho com condições de cruzar pela esquerda, mas a zaga cortou novamente.

O Corinthians rodava a bola em busca de espaços para criar uma boa chance, mas encontrava enormes dificuldades em furar o bloqueio adversário. Quando chegou a marcar, o lance foi anulado. Aos 30 minutos, Fagner cobrou escanteio aberto, Balbuena desviou e Romero cabeceou sozinho na pequena área. Balançou as redes, mas em posição irregular.

Os cruzamentos se tornaram ferramenta principal do Timão incomodar. Fagner alçou bola na área novamente e Balbuena subiu mais alto que os marcadores para desviar. Errou o alvo por muito pouco. Nos acréscimos, em mais um levantamento feito por Clayson, Jô testou e Fernando Miguel defendeu. No rebote, Romero pegou o rebote e tocou para Rodriguinho. Dentro da área, o meia chutou para fora.

Corinthians pressiona, Vitória assusta em contra-ataques e sai com três pontos

O Corinthians tentou repetir a iniciativa de pressionar para igualar o marcador e não ficar mais tempo em desvantagem. Tentou pressionar pelo lado esquerdo, mas o Vitória balançou as redes. Aos quatro minutos, Caíque cruzou e Kanu marcou de cabeça depois da bola passar por toda a área. A arbitragem assinalou impedimento e anulou o lance.

Os mandantes dominavam as principais ações do jogo, tocava pacientemente a bola, mas errava próximo da área, o que tornava inviável as finalizações com perigo. Rodriguinho até tentou aproveitar o gol vazio quando Fernando Miguel saiu para afastar um cruzamento e mandou por cobertura. Quase um golaço. Não foi dessa vez.

O time sentiu e os baianos passaram a assustar nos contra-ataques. Após Fernando Miguel fazer mais uma defesa, Tréllez iniciou contra-ataque, avançou pela direita e tocou para Neilton. Dentro da área, o atacante chutou para a difícil defesa de Cássio, que se esticou todo para evitar o segundo gol.

Na reta final, o Corinthians partiu para o ataque de modo a evitar a primeira derrota. Porém, mesmo com quase 75% de posse de bola, com quatro vezes mais finalizações que o adversário, não conseguiu furar o bloqueio do Vitória, que conquistou três importantes e saiu com o resultado positivo.

VAVEL Logo