Em confronto decisivo contra queda, Avaí recebe São Paulo buscando saída do Z-4
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC

Cercado de expectativas, Avaí São Paulo se enfrentam neste domingo (20), na Ressacada, às 16h, lutando contra o rebaixamento. Vindo de uma vitória em outro confronto direto, o Leão pode deixar o Z-4 depois de muito tempo se conseguir a vitória. Já o Tricolor, após virar um improvável confronto na rodada anterior, busca uma tranquilidade em uma posição melhor na tabela do Campeonato Brasileiro.

No primeiro turno, o São Paulo venceu no Morumbi por 2 a 0, com gols de Lucas Pratto e Luiz Araújo. Em 11 confrontos oficiais na história, o Tricolor venceu cinco, contra três vitórias avaianas e outros três empates.

Claudinei aposta em manutenção do time para deixar Z-4

O triunfo por 1 a 0 sobre o Vitória fora de casa, na abertura do returno, levantou novamente as expectativas do Avaí. Com os resultados iniciais da rodada, o time voltou para a vice-lanterna, com 21 pontos, mas uma vitória, combinada com derrota ou empate da Chapecoense contra o Palmeiras, tira o time da zona de rebaixamento, posição que o Leão ocupa desde a 5ª rodada consecutivamente.

Em relação ao jogo anterior, o técnico Claudinei Oliveira não poderá contar com o zagueiro Betão e o volante Wellington Simião, que estão suspensos. O meia Marquinhos chegou a treinar com bola, mas continua fora, recuperando-se de tendinite no calcanhar. O atacante Maurinho, com lesão na coxa, também está fora.

O meia Juan e o volante Judson, que cumpriram suspensão, além do atacante Joel, que foi poupado contra o Vitória, voltam ao time titular. Claudinei Oliveira chegou a afirmar durante as semanas que estava com dúvidas em relação a escalação, mas o treinamento do sábado (19), praticamente confirmou o Avaí com Douglas; Leandro Silva, Alemão, Airton, Capa; Luan, Judson; Júnior Dutra, Pedro Castro, Juan; Joel.

O técnico avaiano destacou que não acredita no rebaixamento do São Paulo no Brasileirão, mas afirmou que seu time precisa aproveitar o momento difícil do rival para buscar a saída da parte de baixo da tabela.

"Acredito que o São Paulo vá sair dessa situação, não acho que seja sério candidato. Pode cair, como outros caíram, mas eles têm condições, reforçaram o time e antes da janela fechar, podem trazer atletas de nível. Mas hoje é nosso adversário, temos que pensar no agora. Pelo bom trabalho que o Dorival faz, pelo investimento e pelo fato da torcida abraçar, as coisas vão convergir. Mas que possamos aproveitar, sair um pouco da zona de rebaixamento", disse Claudinei.

Com Sidão no gol e sem Pratto, São Paulo quer melhorar aproveitamento fora

A dramática vitória do São Paulo sobre o Cruzeiro por 3 a 2, no último domingo (13), tirou o time da zona de rebaixamento, mas a situação continua complicada. Com 22 pontos, o Tricolor é o 16º, com a mesma pontuação de Chapecoense e Vitória, e uma derrota na Ressacada recoloca os paulistas no Z-4.

Querendo aproveitar o embalo, o volante Petros espera que o jogo da última rodada represente uma mudança de rumos no São Paulo e, por isso, vencer na Ressacada é fundamental.

Uma segunda vitória consecutiva, uma segunda vitória fora. Temos de continuar a retomada. Não tem mais aquele papo de falar que vai chegar o segundo turno para reagir. Será um jogo importante. Iniciamos um campeonato novo no domingo com a vitória sobre o Cruzeiro”, disse.

Para se afastar da situação incômoda, o São Paulo precisa melhorar o seu pobre desempenho fora de casa. Em 10 jogos longe do Morumbi, foram oito derrotas, um empate e apenas uma vitória. O Tricolor tem o pior aproveitamento como visitante no Brasileiro, empatado com o Atlético-GO.

Os atacantes Lucas Pratto (cartão vermelho) e Marcinho (terceiro amarelo) estão fora da partida em Florianópolis. Assim, Gilberto e Marcos Guilherme ganham vaga entre os titulares. As outras mudanças na escalação de Dorival Júnior serão a entrada de Jucilei na vaga de Éder Militão e, mais impactante, a mudança no gol. Após algumas falhas, Renan Ribeiro será substituído por Sidão.

VAVEL Logo