Preto Casagrande comemora vitória do Bahia e revela: “Pedi que Mendoza não saísse”
Foto: Divulgação / Bahia Esporte Clube

Bahia e Vasco fizeram um duelo dividido em dois opostos. Enquanto no primeiro tempo, ambas as equipes armaram situações de perigo, tendo o Vasco, conseguido a supremacia do tempo de bola em posse, e o Bahia se defendido, conseguindo marcar por duas vezes, a segunda etapa foi composta de um Vasco apático, que sofreu o terceiro gol logo nos primeiros minutos e se desconcentrou, dando a oportunidade ao rival, dono da casa, mandar no jogo.

Diante de quase 23 mil apaixonados torcedores, o Bahia fez o seu dever de casa e despachou o Vasco, até o início do jogo, dono da terceira pior defesa do campeonato. O resultado levou a equipe de Preto Casagrande aos 26 pontos, ocupando agora a 12ªposição.

Após o termino da partida, visivelmente alegre pelo resultado, Preto Casagrande concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa da Arena Fonte Nova. Durante a conversa, Preto confirmou o entusiasmo com a atuação da equipe diante do Vasco da Gama. Para o ex-atleta, criado no próprio Vasco, o jogo do Bahia foi bom.

Me agradou. O Primeiro tempo, em alguns momentos, fomos precipitados com a bola no pé. A tomada de decisão não foi a que planejamos. Mas no segundo tempo, fomos impecáveis. Fizemos aquilo que tínhamos que fazer. Quando tínhamos que matar, matamos. Quando tivemos que acelerar, aceleramos. Quando não tínhamos a bola, fomos disciplinados e fizemos exatamente aquilo que trabalhamos durante a semana. Sem dúvida que a gente fica feliz, satisfeito. Mas é pouco ainda. A gente sabe do equilíbrio, ainda tá tudo bem embolado. Temos mais uma semana de trabalho pensando no jogo contra o Botafogo”, comentou o treinador.

De maneira bem descontraída, Casagrande fez questão de revelar uma das conversas ocorridas nos vestiários durante o intervalo. Mendoza, autor de dois dos três gols da equipe, foi um dos personagens da tarde. Porém, por pouco a história em Salvador não foi diferente. Preto contou que Mendoza pediu para ser substituído nos minutos finais da primeira etapa, mas a pedido do treinador, o colombiano permaneceu em campo, para a sorte dos tricolores.

O Régis saiu machucado. O Mendoza pediu para sair também, ainda durante o primeiro tempo. Solicitei que ele me ajudasse, que ficasse até o final. Acabou fazendo dois gols”, finalizou em tom sorridente.

O Bahia terá uma semana mais tranquila, sem nenhum confronto e, portanto, livre para trabalhar visando o próximo duelo, diante do Botafogo, no próximo domingo (27), às 16 horas (de Brasília), novamente na Fonte Nova.

VAVEL Logo