Rodrigo Lindoso fala sobre clássico contra Flamengo e minimiza pressão: "Estamos acostumados"
(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

O volante Rodrigo Lindoso concedeu entrevista coletiva à imprensa hoje, após o treino campo anexo do estádio Nilton Santos. Os atletas alvinegros se reapresentaram nessa tarde visando o duelo diante do Flamengo, pelas semifinais da Copa do Brasil, na quarta-feira (23). 

A pressão da torcida rubro-negra, que será 90% dos presentes no Maracanã no duelo desta semana, não fará diferença para Rodrigo Lindoso. Segundo o jogador, o Botafogo está acostumado com isso. 

"A gente gosta de ver os estádios dos jogos cheio. Fica bonito! Quando está com adrenalina da partida você nota a torcida com um gol, às vezes uma bola na trave. Fora isso, o foco é no campo. Depois da Libertadores, a gente conhece a pressão que tem e estamos acostumamos", disse o meia. 

O camisa 5 deu sequência à coletiva falando sobre os bons resultados fora de casa, mas ressaltou que clássico é clássico: "Os números estão a nosso favor nos jogos da volta. Mas é um clássico. Pode ser jogado em qualquer lugar do mundo que será 50/50. Não vamos só nos defender, vamos atacar também. No futebol o objetivo é o gol", afirmou.

Sobre ser o duelo mais tenso da temporada, Lindoso disse que o o mais tenso é o que não está em campo e relembrou jogos complicados no ano: "O jogo mais tenso é o que eu não jogo. Para mim, foi contra o Olimpia (no Defensores) pois não fizemos uma boa partida. Naquele dia eu estava no banco. Em campo, o jogo contra o Atlético Nacional no Nilton Santos marcou. Foi um duelo de muita tensão e definido em uma bola", declarou. 

O jogador alvinegro seguiu falando sobre os desfalques. O Botafogo não contará com Joel Carli, expulso no 1º jogo, e Rodrigo Pimpão, suspenso pelo 3º cartão amarelo. Lindoso ressaltou o apoio aos meninos e a indiferença em relação a qualidade do elendo do Flamengo. 

"A gente perde o capitão (Carli). É um jogador muito importante, mas eles também têm desfalques importantes. Nós temos que dar apoio para quem vai substituir nossos jogadores. Eles (Flamengo) têm um bom elenco e é indiferente. São jogadores de qualidade", destacou. 

Por fim, o atleta falou sobre a possibilidade de decisão por pênaltis, mas frisou que espera que termine de outro forma: "A gente procura se preprarar, pois pode acabar em 0 a 0. Porém, antes de chegar nesse caso, espero que a gente decida de outra forma", finalizou.

O Botafogo volta a treinar amanhã (22), às 17h, no gramado do estádio Nilton Santos. É o último treino antes do clássico decisivo contra o Flamengo, na quarta-feira (23). 

VAVEL Logo