Henrique Dourado e Gustavo Scarpa decidem, Fluminense bate Atlético-MG e encosta no G-6
Foto: Divulgação/Fluminense FC

Com o brilho dos camisas 9 e 10, o Fluminense venceu o Atlético-MG por 2 a 1, na noite desta segunda-feira (21), no Maracanã, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Gustavo Scarpa foi responsável por dar duas assistências à Henrique Dourado para garantir mais três pontos ao Tricolor, que agora encostou de vez no G-6. 

Após marcar duas vezes contra o Atlético-MG, Henrique Dourado superou a melhor marca da carreira, agora com 26 gols no ano. Para melhorar a noite do camisa 9, ainda ultrapassou Jô na artilharia do Brasileirão com 12 gols.

Fred entrou em campo no segundo tempo sob vaias da torcida tricolor, que aproveitou também para enaltecer o atual camisa 9. Pela quinta vez na carreira, o centroavante do Galo saiu derrotado contra o Fluminense.

Em cinco jogos contra o Fluminense na carreira, Fred nunca venceu (Foto: Divulgação/Fluminense FC)
Em cinco jogos contra o Fluminense na carreira, Fred nunca venceu (Foto: Divulgação/Fluminense FC)

Com a vitória, o Fluminense subiu para a oitava posição com 30 pontos, mesma pontuação do Cruzeiro, atual sexto colocado. Já o Atlético-MG, caiu para a 13ª posição e continuou com 26 pontos. Na próxima rodada o Tricolor tem clássico contra o Vasco, sábado (26), às 16h (de Brasília), no Maracanã, enquanto o Galo visita a Ponte Preta, domingo (27), no mesmo horário, no Moisés Lucarelli.

Goleiros se destacam, mas o artilheiro Henrique Dourado abre o placar

O primeiro tempo de jogo foi agitado no Maracanã. Desde o início o Fluminense mostrou superioridade e obrigou Victor a fazer grandes defesas. Nos primeiros 20 minutos, o goleiro atleticano fez duas defesas difíceis: a primeira foi aos quatro minutos após desvio de Marlon Freitas, e a segunda aos 11 minutos em finalização de Gustavo Scarpa que aproveitou o cruzamento de Léo.

O Atlético-MG conseguiu segurar a pressão do Fluminense a partir dos 15 minutos, quando passou a ter mais controle da posse de bola e arriscou alguns cruzamentos, mas sem levar perigo ao Júlio César. Somente Marcos Rocha, em finalização de fora da área, assustou aos 18 minutos.

Depois de ser neutralizado por dez minutos, o Fluminense voltou a pressionar. Victor fez quatro grandes defesas, sendo três delas em finalizações de Gustavo Scarpa. Mas, aos 37 minutos, após cobrança de escanteio do camisa 10 tricolor, o goleiro atleticano não conseguiu impedir a cabeçada do artilheiro Henrique Dourado.

Henrique Dourado marcou o 25º gol dele no ano e igualou a melhor marca da carreira (Foto: Divulgação/Fluminense FC)
Henrique Dourado marcou o 25º gol dele no ano e igualou a melhor marca da carreira (Foto: Divulgação/Fluminense FC)

Após abrir o placar, o Fluminense tirou o pé e o Atlético-MG passou a pressionar. Cazares e Luan tentaram em chutes de fora da área, mas mandaram a bola para fora. Já Elias, sozinho na área, parou no goleiro Júlio César que fez sua única grande defesa no primeiro tempo.

Fred entra no segundo tempo, mas Henrique Dourado brilha e decide o jogo

Depois de ser pressionado no primeiro tempo, o Atlético-MG voltou para o segundo tempo com outra postura. A entrada de Valdívia no lugar de Roger Bernardo deixou o time mais ofensivo e foi justamente ele o responsável por empatar o jogo aos 11 minutos, após boa tabela com Cazares na entrada da área.

Aos 25 minutos Rafael Moura foi substituído por Fred. O centroavante foi recebido por vaias da torcida tricolor, que logo na sequência ainda gritou o nome de Henrique Dourado. O camisa 9 do Galo pouco fez e levou cartão amarelo aos 33 minutos.

Se o primeiro tempo foi agitado do início ao fim, o segundo tempo só melhorou depois dos 30 minutos. Valdívia levou perigo e acertou o travessão aos 32 minutos. Pouco depois, aos 35, Luan arriscou de longe e também assustou.

O Fluminense só foi agredir o Victor aos 39 minutos em cobrança de falta de Gustavo Scarpa, mas a bola saiu pelo canto. Mas a sorte apareceu para o tricolor aos 42 minutos, quando o camisa 10 teve espaço pelo meio e levantou na área para Henrique Dourado escorar de cabeça no contrapé de Victor e dar a vitória ao Flu.

Gustavo Scarpa (10) contribuiu com duas assistências para os dois gols de Henrique Dourado (Foto: Divulgação/Fluminense FC)
Gustavo Scarpa (10) contribuiu com duas assistências para os dois gols de Henrique Dourado (Foto: Divulgação/Fluminense FC)
VAVEL Logo