Brasil de Pelotas vence Goiás com virada no Bento Freitas, sobe na tabela e afunda adversário
Foto: Jonathan Silva/ GE Brasil

No jogo de abertura da 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Brasil de Pelotas venceu o Goiás por 2 a 1, de virada, na noite desta terça-feira (22), no Estádio Bento Freitas, em Pelotas. Pelos donos da casa marcaram Marcinho e Rafinha, enquanto Carlos Eduardo descontou para o Esmeraldino.

Com o resultado, o Brasil de Pelotas subiu quatro posições na tabela. O Xavante agora ocupa a nona posição, com 30 pontos ganhos. Já o Goiás é o 15º colocado, com 25 pontos, e pode entrar na zona de rebaixamento caso Luverdense e Santa Cruz vençam seus compromissos.

Os dois times voltam a campo somente daqui a 15 dias. O Brasil enfrenta o Náutico, no dia 06 de setembro, às 21h45, na Arena Pernambuco. Precisando da recuperação, o Goiás recebe o Paraná, no mesmo dia, às 19h30, no Serra Dourada.

Goleiros falham e times ficam no empate

Com bastante equilíbrio na posse de bola, Brasil e Goiás travaram um jogo disputado no meio-campo. Enquanto o time da casa tentava tomar a iniciativa, o Goiás, bem postado defensivamente, sabia como se defender e aguardava uma oportunidade subir ao campo de ataque. Na primeira boa trama do Verdão, Andrezinho recebeu fora da área e chutou colocado para um grande defesa de Marcelo Pitol, aos oito minutos.

A resposta dos anfitriões veio dois minutos depois, com Leandro Leite cabeceando a bola levantada da área. A redonda, porém, desviou em Andrezinho, e passou perto da trave esquerda. Aos 23’, foi a vez de Marcinho experimentar o chute da entrada da área, e a bola tirar tinta do travessão de Marcelo Rangel, arqueiro do Goiás.

Depois das duas boas chance do Brasil, foi a vez do Goiás voltar a atacar. Na saída errada do goleiro Marcelo Pitol, Andrezinho recuperou a bola, fez o cruzamento para a área e encontrou Carlos Eduardo. O atacante fez a finta em cima da zaga rubro-negra, achou espaço, e em um chute de extrema felicidade estufou a rede.

A desvantagem no placar impulsionou o time vermelho a ir pra frente. Mesmo com muitos erros de passe, o Rubro-Negro saiu em busca do empate. Aos 37 minutos, Eduardo Sciola cobrou escanteio, Lincom desviou pelo alto, o goleiro Marcelo saiu mal e perdeu na dividida para Leandro Leite. A bola então se ofereceu para Marcinho, que não desperdiçou: 1 a 1.

Brasil aproveita chances e vira placar pela primeira vez na Série B 

Os times voltaram do intervalo sem alterações. Sem encontrar tanta resistência como no primeiro tempo, as equipes tiveram mais epaço para criar jogadas. Mas a primeira boa chance ainda saiu em jogada de bola parada. Matheus Ferraz aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou com perigo.

Autor do gol de empate, Marcinho fez uma bonita jogada individual, passando facilmente por três jogadores, mas parou na boa defesa de Marcelo Rangel. O Xavante seguiu pressionando, buscando a virada. Após mais uma cobrança de escanteio de Sciola e novamente com desvio de Lincom, Juninho ajeitou para Rafinha testar para o fundo da rede: 2 a 1.

Em efeito imediato, o técnico Argel Fucks promoveu mudanças em sua equipe, tentando equilibrar as ações. O Goiás ganhou em posse de bola, mas não conseguiu ameaçar a meta rubro-negra. Pelo contrário. Aproveitando os espaços deixados pelo time verde, o Brasil quase ampliou aos 30 minutos, mas Lincom, de frente para o gol, mandou para fora a bela bola enfiada por Marcinho. Teco ainda acertou o travessão. O Esmeraldino reagiu apenas no final, tentou pressionar, mas não o suficiente para evitar a derrota. 

VAVEL Logo