Após empate com Santos, Mano comenta possível saída do G-6: "Não vamos perder posição"
Técnico Mano Menezes em entrevista coletiva após a partida contra o Santos (Foto: Washington Alves/Cruzeiro)

Cruzeiro e Santos empataram em 1 a 1 na noite deste domingo (27), em partida válida pela 22° rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a Raposa chegou aos 31 pontos, na sexta colocação do torneio. A equipe celeste pode ser ultrapassada na rodada pelo Sport, que joga contra o Grêmio, em Porto Alegre, no dia 2 de setembro. 

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico do time mineiro, Mano Menezes foi questionado sobre a chance do Cruzeiro sair do G-6 ainda nesta rodada. "Não vamos perder a sexta posição, pode ficar tranquilo. Você sabe que o que eu falo dá uns 95% para apostar", brincou.

Sobre a partida, o treinador disse que precisou dar uma 'sacudida' no elenco no intervalo, pois a equipe ficou um pouco desatenta em campo. "Nós não conseguimos um nível de concentração necessário  para jogar no primeiro tempo, a ponto de eu ter que fazer uma coisa que raramente faço, que é sacudir a equipe. Nosso índice de erros foi absurdamente fora do normal, para uma equipe do nosso padrão", declarou.

Sobre o segundo tempo, etapa na qual o Cruzeiro igualou o marcador com gol de Rafinha, Mano ficou satisfeito, mas lamentou as chances perdidas pelo time celeste. "No segundo tempo, fomos completamente diferentes, uma equipe que soube neutralizar o Santos, controlar o jogo, que teve volume e chances pra empatar e pra virar", afirmou.

Mano Menezes ainda comentou sobre ter poupado alguns jogadores no duelo desse domingo, como o volante Henrique, o zagueiro Léo e o meia Robinho. "A gente teve que tirar Henrique em função da sequência, valeu o mesmo para Léo e Robinho. São jogadores importantes, que não têm como correr um risco maior de perdemos. Chegamos à final de uma Copa do Brasil, e é raro disso acontecer", comentou.

VAVEL Logo