Arrascaeta analisa atuação do Cruzeiro e sua volta aos gramados: "Pouco a pouco"
Foto: Washington Alves/Light Press

O Cruzeiro viveu tempos distintos no empate contra o Santos, por 1 a 1, em jogo válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após um primeiro tempo controlado pelos paulistas, que abriram o placar com Bruno Henrique, a equipe cruzeirense voltou para o segundo tempo melhor e empatou com Rafinha. Destaque para a atuação do uruguaio Arrascaeta, que tem retornado aos poucos.

O meio-campista havia se lesionado em maio, na vitória de 1 a 0 contra o próprio Santos. Após entrada forte do colombiano Copete, o meia cruzeirense foi diagnosticado com uma torção no joelho direito. Arrascaeta voltou aos gramados no dia 26 de julho, na partida contra o Palmeiras, pelas quartas de finais da Copa do Brasil. Na mesma semana, no entanto, foi constatada uma lesão na tíbia da perna esquerda, o que deixaria o jogador no mínimo 10 semanas sem atuar.

Porém, o meia celeste apresentou uma melhora surpreendente e atuou alguns minutos contra o Grêmio e contra o Santos, pela Copa do Brasil e Brasileiro, respectivamente. Arrascaeta comentou sobre sua melhora e a expectativa de voltar a atuar por 90 minutos.

"Estou me sentindo bem para, daqui a pouco, tentar voltar a jogar 90 minutos. Temos que ir pouco a pouco para não intensificar muito (o desgaste) nas pernas. Daqui a pouco vou estar bem melhor para jogar os 90 minutos", disse o meia uruguaio. 

Na partida contra o Santos, o Cruzeiro apresentou um grande volume de jogo com a entrada do meia. Após o gol de empate, a equipe cruzeirense desperdiçou várias chances de vencer a partida, o que deixou um gosto amargo para o jogador. "Estamos tentando. Acho que entramos "dormidos" no jogo, segundo tempo fomos bem, fizemos um segundo tempo para ganhar, tivemos situações, mas não conseguimos concretizar", analisou. 

O Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira (30), pelas quartas de final da Copa da Primeira Liga, contra o Grêmio, no Mineirão. 

VAVEL Logo