Flamengo recebe o Paraná em Cariacica pela Primeira Liga

Na noite desta quarta-feira (30), a Primeira Liga retorna após 4 meses. Pelas quartas de final, o Flamengo enfrenta o Paraná em um cenário diferente: Espírito Santo. Sem poder mandar os jogos para fora do Rio de Janeiro no Campeonato Brasileiro, o time carioca resolveu mandar o jogo para Cariacica após boa campanha em 2016.

Pelo campeonato, o último jogo de ambas as equipes aconteceram em fevereiro. O Flamengo venceu o América-MG por 1 a 0 e se classificou com 7 pontos, ficando em primeiro lugar no Grupo B e na frente do Grêmio; o Paraná perdeu para o Londrina por 2 a 1, mas conseguiu se classificar em segundo lugar do Grupo D após resultados ruins de Figueirense e Avaí

As equipes se enfrentaram pela última vez no ano de 2007, pelo Campeonato Brasileiro, onde o Flamengo venceu por 1 a 0, no Durival Britto. 

Histórico favorável ao Paraná e time reserva do Flamengo

Com uma vantagem consideravelmente larga, o Paraná possui 11 vitórias e 2 empates. O Flamengo venceu somente 5 vezes, marcando 16 gols e sofrendo 33. Em 2003, o tricolor fez um jogo marcante, quando venceu o rubro-negro por 6 a 2 no Campeonato Brasileiro, no Pinheirão. 

Com o foco ainda no Brasileirão e Copa do Brasil, o time carioca viajou com jogadores reservas e da base. O Paraná também tem o foco virado para a Série B, em busca do G4 para retornar a primeira divisão, mas não poupará o time diante do jogo pela Primeira Liga, pois quer buscar a classificação. Quem vencer, enfrenta o vencedor de Internacional x Atlético-MG.

Conca é relacionado após 2 meses e meio

Com o total de 16 minutos atuados pelo Flamengo, o argentino retorna. O técnico Reinaldo Rueda deu uma oportunidade para o atleta, mas a expectativa é que o jogador comece no banco de reserva e entre durante a partida. 

Conca tem contrato com o time rubro-negro até o dia 31 de dezembro, e é alvo de polêmicas por conta do longo período de recuperação depois que sofreu uma fratura no joelho. 

O goleiro Diego Alves, que não foi relacionado, falou sobre Conca: "O Conca tem se mostrado muito profissional. É um jogador que sofreu séria lesão no joelho e está bem recuperado. Conseguiu adquirir a parte física, que é fundamental para exercer bem a função. Sempre motivou os outros e nunca está de cara feia. Ficamos felizes por vê-lo voltar a atuar. Isso mostra que todo o esforço foi válido."

Eduardo Brock exalta visibilidade contra o Flamengo; Minho é novidade no time

Líder da equipe tricolor, o zagueiro da prioridade ao acesso mas não descarta a Primeira Liga. O atleta busca a visibilidade que o Campeonato pode proporcionar, e destaca a capacidade de sua equipe.

"Estamos completamente focados na Série B, até pelo espaço de tempo do último jogo da Primeira Liga. Só que acaba vindo um adversário bom, talvez uma das melhores equipes do Brasil, e a gente tem plenas condições de fazer um bom jogo. É um título que está sendo disputado. Tem que se encarar de uma maneira boa, que a gente tem que fazer um bom jogo, como a gente vem fazendo os últimos jogos. É muito bom para qualquer jogador e equipe. Com certeza, agora, totalmente focado contra o Flamengo", finalizou.

O Paraná conta também com o retorno de Minho, com o atleta substituindo João Paulo após se recuperar de dores na região lombar. Sendo assim, o time voltará a ter três atacantes, com sua trinca ofensiva formada por Robson e Alemão. Com isso, o meia Renatinho será o único responsável pelo setor de criação. 

VAVEL Logo