Rafael Galhardo assina com Cruzeiro, mas segue sem previsão de retorno aos gramados
Foto: Reprodução

Há pouco mais de um mês, o lateral-direito Rafael Galhardo chegou ao Cruzeiro para assinar com a equipe mineira. Antes, porém, uma carga de exames foi feita, para que, a partir disso, o vínculo fosse concretizado. Devido a um problema no joelho, o qual passou por uma cirurgia ainda no começo deste ano, a assinatura de contrato foi adiada. Nesta quinta (31), enfim, Rafael assinou com a Raposa.

O atleta já vinha realizando algumas atividades junto à preparação física da equipe celeste, mas sob olhares do departamento médico do clube, que se empenhou na recuperação do jogador. O contrato de Galhardo com o novo time vai até o fim do ano, com opção de renovar por mais duas temporadas. 

Revelado pelo Flamengo, Rafael passou por Grêmio, Santos, Bahia, Anderlecht (Bélgica) e Atlético-PR. Este último, inclusive, era a equipe na qual estava o lateral antes de sua mudança para a Raposa. Em janeiro, o jogador sofreu uma lesão no ligamento do joelho direito e acabou tendo o seu contrato rescindido junto ao clube paranaense. Deste episódio até a ida para o Cruzeiro, Rafael esteve no CT do Flamengo, onde estava se tratando da lesão. 

"Estreia? Ainda não!"

Em entrevista ao portal Superesportes, o médico Fernando Lopes, do Cruzeiro, afirmou que ainda não há uma previsão quanto ao retorno de Galhardo. Na Raposa, o jogador tem como concorrentes na posição os laterais Ezequiel e Lennon, além de Lucas Romero, que vem sendo improvisado no setor. 

"Ele saiu preparação física e iniciou, nesta semana, a parte de campo. Ele está evoluindo muito bem clinicamente. O joelho dele é estável, não tem nenhum sintoma, derrame e nem dor. Agora, precisamos acompanhar o comportamento e evolução dele no campo. E é isso que faremos ao longo desse próximo mês inteiro, ver o que vai acontecer em setembro e outubro", disse.

"Considerando que é um jogador jovem, saudável e fez uma cirurgia de LCA (Ligamento Cruzado Anterior) que evoluiu bem, e já está no sétimo mês de pós-operatório. A tendência é que e à medida que o condicionamento dele evoluir e ele tiver condições em campo, ele possa jogar. Mas não temos data prevista", completou Fernando.

VAVEL Logo