Atlético-MG enfrenta Paraná Clube de olho na final da Copa da Primeira Liga
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Após ser eliminado nas principais competições ao longo do ano, o Atlético-MG busca diminuir essas frustrações com a conquista da Primeira Liga, para isso, o técnico Rogério Micale prometeu força máxima para o confronto contra o Paraná Clube, na Arena Independência, pela semifinal da competição. O jogo terá início às 19h deste sábado (2).

As equipes já haviam se enfrentado este ano pela Copa do Brasil e na ocasião o Galo levou a melhor e conquistou a classificação para as quartas-de-final. No primeiro jogo, o Paraná venceu por 3 a 2 no Couto Pereira, mas o Atlético-MG conseguiu reverter a vantagem na segunda partida e venceu por 2 a 0.

+ Antes de partida decisiva pela Primeira Liga, Paraná Clube anuncia saída do treinador Lisca

O Atlético está na 11ª posição do Campeonato Brasileiro da Série A com 29 pontos, a dois pontos do G-6. Já o Paraná está na quinta posição da Série B, com 34 pontos e a três do G-4.

Galo busca classificação para salvar o ano e ganhar confiança para buscar o G-6

O treinador atleticano afirma que aguarda uma resposta do departamento de fisiologia do clube para saber quais jogadores deverão ser utilizados e só a partir daí, determina quem vai ser escalado ou não, mas o fato é que Micale não poderá contar com os meias Cazares e Otero que estão com as suas respectivas seleções disputando as eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

A última atividade antes do confronto de logo mais foi fechada para a imprensa, mas os jogadores titulares que foram poupados contra o Internacional fizeram atividade dentro do campo e estão relacionados para o confronto.

Micale afirmou que as vexatórias eliminações na Copa do Brasil e na Libertadores, dão peso maior do que o esperado para o jogo contra o Paraná. Uma vitória sobre a equipe paranaense serviria de motivação para o principal objetivo do elenco atleticano nesta temporada: buscar uma vaga no G6 do Campeonato Brasileiro.

“Tínhamos competições muito mais importantes, mas que, de acordo com a situação atual, é o que nós temos, é aquilo que nos restou. Temos condições de brigar. Por que não? Fomos com um time para oportunizar, conseguimos a vitória. Viemos com jogadores com rodagem grande, deu certo. Tentar brigar pela final da Liga e continuar rumo ao nosso objetivo principal que é o Brasileiro e buscar vaga na Libertadores”, disse.

O zagueiro Gabriel, que voltou a atuar após uma lesão no quadril, relembrou as dificuldades enfrentadas pelo Galo no confronto contra o Paraná na Copa do Brasil e que a equipe deve entrar ligada caso não queira ser surpreendida.

“A gente tem que tomar muito cuidado com isso. No jogo de volta da Copa do Brasil, eles jogaram bem fechadinhos ali. Conseguimos um gol olímpico com o Otero, o jogo estava muito difícil. A gente sabe da dificuldade que vai ser o jogo. Pode ser que eles venham com um pouco menos de responsabilidade [de avançar]. Talvez eles possam estar pensando que o favoritismo é nosso, por ser um clube de Série A, por estarmos jogando em casa. Mas a gente está ciente da responsabilidade. A gente está preparado para fazer um grande jogo”, afirmou.

Paraná viaja para Belo Horizonte motivado após eliminar o Flamengo

Após eliminar o Flamengo dentro da casa do adversário em uma disputa por pênaltis emocionante, o Paraná viaja para Belo Horizonte com a missão de continuar surpreendendo e para quem sabe, buscar disputar uma decisão contra um rival local, o Londrina, que enfrentará o Cruzeiro na busca da outra vaga na decisão.

O jogo de logo mais tem um gosto de revanche por parte do Paraná, pelo fato de a equipe ter sido eliminada pelo Atlético Mineiro na Copa do Brasil. O goleiro Richard, grande herói na disputa de penaltis contra o Flamengo quando defendeu duas cobranças, afirmou que a equipe está bastante motivada para buscar uma história diferente na Primeira Liga e quer eliminar o Atlético em pleno Independência.

“Se criou isso, o Paraná tinha ganhado em casa e infelizmente perdeu por uma diferença de gols maior. É um grande jogo. A equipe está motivada. Tem essa coisinha aí lá no fundo, motiva ainda mais, para a gente fazer um grande jogo contra o Atlético”, destacou o goleiro.

VAVEL Logo