Além do Timão: após festa da Copa do Brasil, qual foi a partida seguinte do Cruzeiro?
Foto: Cristiane Mattos/Light Press/Cruzeiro

Conquistar um título importante é sempre muito comemorado pelos jogadores, comissão técnica e, principalmente, pela torcida. Na última semana, o Cruzeiro chegou à conquista de seu quinto caneco da Copa do Brasil ao superar, na disputa por pênaltis, o Flamengo no Mineirão. Já nesse domingo (1º), a Raposa empatou em 1 a 1 com Corinthians, pelo Brasileirão.

O Cruzeiro teve um compromisso difícil contra o Timão. Você torcedor, principalmente, o cruzeirense, recorda-se qual partida aconteceu após as conquistas da Copa do Brasil pelo time celeste? Se não lembra, acompanhe aqui, na VAVEL Brasil.

1993 e 1996: Cruzeiro chega ao bicampeonato, mas ainda tinha o Campeonato Mineiro pela frente

Em 1993, o Cruzeiro venceu a Copa do Brasil pela primeira vez ao derrotar o Grêmio, por 2 a 1, no Mineirão. O título foi muito comemorado pelos celestes, mas o ano ainda estava longe de terminar. O Campeonato Mineiro seguia em disputa e entrava no quadrangular decisivo. 

Após a Copa do Brasil, o Cruzeiro disputou o Campeonato Mineiro. Foto: Divulgação/Cruzeiro

No dia 6 de junho, domingo, o Cruzeiro fez seu primeiro jogo pós-conquista da Copa do Brasil, e estreou na fase final do Campeonato Mineiro com um empate sem gols contra o Democrata de Governador Valadares. No final, o time celeste terminou em terceiro lugar. O campeão foi o América.

Já em 1996, o Cruzeiro ganhou a Copa do Brasil vencendo o Palmeiras por 2 a 1, no Parque Antartica, numa partida que é comentada até hoje. Após o título bastante festejado, principalmente, em Belo Horizonte pela torcida, o time celeste estava em plena disputa da fase final do Campeonato Mineiro. 

Após a Copa do Brasil, Cruzeiro viria a ser campeão mineiro. Foto: Divulgação/Cruzeiro

O jogo seguinte a conquista aconteceu em 23 de junho, domingo, contra o Villa Nova, em Nova Lima. Ambos ficaram no empate sem gols. Quase um mês após a Copa do Brasil, o Cruzeiro venceria o Campeonato Mineiro. 

2000: Cruzeiro tricampeão e estreia em novo torneio da CBF

No dia 9 de julho de 2000, o Cruzeiro escreveu, talvez, um de suas páginas mais heroicas, e que ficou imortalizado no pé direito do meia Geovanni. O time celeste foi tricampeão da Copa do Brasil ao vencer o São Paulo, de virada, por 2 a 1, no Mineirão. 

Cruzeiro disputou a Copa dos Campeões após ser tricampeão da Copa do Brasil. Foto: Reprodução

Logo em seguida, no dia 13 de julho, o Cruzeiro estreou na recém-criada Copa dos Campeões Regionais contra o Palmeiras. O torneio era disputado em caráter eliminatório, e o time celeste levou elenco alternativo para a disputa, com vários atletas das categorias de base, além do comando interino de Alexandre Barroso. No primeiro jogo, os cruzeirenses perderam para o Palmeiras por 3 a 1. O único gol da Raposa foi do volante Cléber Monteiro. Mais tarde, a equipe mineira viria a ser eliminada da competição.

2003: Cruzeiro tetracampeão, mas tinha o Atlético logo em seguida

Em 2003, o Cruzeiro sobrou na Copa do Brasil, e foi campeão invicto ao derrotar o Flamengo, no Mineirão, por 3 a 1. O tetracampeonato estava consolidado naquele momento. Porém, a festa foi curta, pois o time celeste estava em disputa do Brasileirão.

Logo após a conquista da Copa do Brasil, o Cruzeiro enfrentaria o rival Atlético pelo Brasileirão. No dia 15 de junho, os dois times empataram sem gols. A bola era para ter balançado as redes, se não fosse pela incompetência de Deivid, pela Raposa, e Fábio Junior, pelo Galo, que perderam um pênalti cada na partida. Meses depois, os cruzeirenses encerrariam o ano com o título do Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo