Classificação para a final da Primeira Liga escapa do Cruzeiro, e Rafael lamenta: "Por detalhes"
Foto: Washington Alves/Light Press

A classificação do Cruzeiro para a final da Copa da Primeira Liga parecia certa até os 50 minutos do segundo tempo da partida contra o Londrina, quando o árbitro assinalou pênalti para a equipe da casa. O experiente Germano foi para a cobrança e empatou o jogo, o que o levou para a disputa de pênaltis, vencida pelo Tubarão por 3 a 1.

Para o goleiro Rafael, a Raposa merecia se classificar e decidir a final contra o grande rival, Atlético-MG, que venceu o Paraná no último sábado (2). “A gente sai chateado. Tivemos tudo para sair daqui classificados. Fizemos um grande jogo, poxa. Saímos chateados, porque tínhamos que sair daqui com a classificação”, disse o goleiro.

O Cruzeiro abriu 2 a 0 com Lucas Silva e Sassá e, nos minutos finais, perdeu diversas oportunidades de 'matar' a partida. Rafael até fez boas intervenções durante a partida, porém não conseguiu segurar a pressão nos últimos 15 minutos de jogo, sofrendo um gol aos 30 e outro, num pênalti polêmico, aos 50 da segunda etapa. 

Com a partida empatada, a decisão foi para os pênaltis. Pelo lado do Cruzeiro, Lucas Silva, Arthur e Alex pararam no goleiro César, enquanto Bryan foi o único eficiente nas cobranças. Pelo lado do Londrina, Marcinho e Arthur perderam, e Germano, Ayrton e Dirceu fizeram os gols que classificaram o Tubarão.

O Cruzeiro volta as atenções para o primeiro confronto da final da Copa do Brasil, contra o Flamengo, na próxima quinta-feira (7), no Maracanã. O goleiro cruzeirense, apesar de lamentar a eiminação, garante a equipe focada para a decisão. 

Agora não vai adiantar ficar remoendo isso. Vamos voltar para Belo Horizonte e focar na quinta-feira, quando teremos o primeiro jogo da decisão (da Copa do Brasil). Mas, independentemente disso, a equipe toda está de parabéns. Dedicou-se muito e por detalhes não saímos daqui classificados", comentou Rafael.
 

VAVEL Logo