Filipe Luís enaltece trabalho de Tite e destaca peso de assumir titularidade na Seleção

Quando a Seleção Brasileira entrar em campo na próxima terça (5) contra a Colômbia, será possível ver uma "novidade" na lateral do campo: Filipe Luís. Em sua quinta partida na Canarinho sob o comando do treinador Tite, Filipe terá a missão de substituir o titular Marcelo, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Equador e cumpre suspensão automática.

Após treino aberto ao público na Arena da Amazônia neste sábado (2), Filipe falou aos jornalistas sobre a responsabilidade em assumir a vaga de titular da Seleção Brasileira. Para o lateral, a concorrência pelas vagas na Canarinho aumentou consideravelmente nos últimos tempos - o que também impulsionou seu orgulho em defender o Brasil dentro de campo.

"Quase sempre quando o Marcelo não pode jogar, eu fui o escolhido. Sei que não é fácil manter isso. Cada vez é mais difícil ser convocado, a concorrência é grande na posição. Faz com que eu, Marcelo, ou quem queria estar aqui, esteja sempre melhor no clube e na Seleção. É um orgulho muito grande estar nessa grande lista do Tite. Tenho que estar sempre atento e em um grande momento", afirmou.

Em entrevista pós-treino, Filipe falou sobre o grande desafio em enfrentar a seleção da Colômbia na cidade de Barranquilla, mas preferiu focar no "grande momento" que vive a Canarinho. Para o lateral, que relembrou o confronto contra os colombianos na Copa América, o essencial é manter o alto nível de confiança e respeitar o adversário dentro de campo.

(Foto: Buda Mendes/Getty Images)
(Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Vale lembrar que em março deste ano, com quatro rodadas de antecedência, a Seleção Brasileira garantiu a classificação para a Copa do Mundo de 2018 - foi a primeira seleção a assegurar a vaga depois da Rússia, país-sede do torneio.

"Vai ser um jogo difícil. Na Copa América perdemos para eles, quase não conseguimos jogar. Por outro lado é o nossos melhor momento. Confiança enorme, pura alegria. Temos que aproveitar isso. Tentar alimentar esses jogadores da frente para que eles possam chegar no gol com mais facilidade. Temos que respeitar o rival e jogar da melhor maneira possível. (...) O momento da Seleção e vitórias (para dar confiança). Todo time passa por uma fase difícil. Você começa a ganhar e ganha confiança e passa a ter espetáculo dentro de time. O mais difícil é manter esse momento bom que a gente está passando. Temos que manter os pés nos chão para manter esse momento", completou.

Durante a entrevista, o camisa 6 da Seleção não pôde deixar de enaltecer o trabalho do treinador Tite. Para Filipe, o diferencial do comandante brasileiro é sua constante preparação e sua atenção às particularidades dos adversários da Canarinho.

"Todo jogador é egoísta e quer jogar, mas o Tite conseguiu fazer com que muitos jogadores venham aqui sem saber se vão jogar e cheguem felizes por ajudarem o grupo. É sempre especial receber a chance de jogar pela Seleção. Não importa o jogo, a importância é a mesma. Você sabe que pode ser o último jogo ou o primeiro de muitos. (...) O trabalho de Tite é fundamental. Todos vivem um momento único pelo trabalho que ele está fazendo. Está sempre atento com todos os jogadores, estudando os adversários", declarou.

Filipe Luís, à direita, observa Gabriel Jesus durante treinamento (Foto: Buda Mendes/Getty Images)
Filipe Luís, à direita, observa Gabriel Jesus durante sessão de treinos (Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Ao final da coletiva, Filipe evitou falar sobre possíveis "mágoas" por não ter sido convocado para a Copa do Mundo de 2014 - segundo o lateral, a decisão do então técnico Dunga foi compreensível, já que Marcelo Maxwell estavam em melhor fase.

"É difícil falar em uma decepção. Não posso falar de justiça. Quem foi convocado foi o Maxwell e o Marcelo. Não fui convocado (para 2014). Eu estou à disposição para dar o melhor. Não fui convocado porque outros jogadores estavam melhores naquele momento. Bola para a frente", concluiu Filipe.

Brasil tem compromisso marcado contra a Colômbia nesta terça-feira (5). Válida pela 16ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo​, a partida acontecerá no estádio Metropolitano Barranquilla, na Colômbia.

VAVEL Logo