Osvaldo reconhece má atuação do Sport em goleada sofrida para Grêmio
Jogador rubro-negro teve discurso crítico ressaltado por companheiros de equipe (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

A tarde desse sábado (2) foi para o Sport esquecer. A pior atuação em 2017 foi em goleada sofrida para o Grêmio, em duelo adiado pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, por 5 a 0. A derrota deixou o Leão afastado do G-6, mas aproximou dos adversários diretos no Z-4 e ligou o sinal de alerta.

Preocupado com a situação e a sequência sem vitórias do time leonino na competição nacional, o atacante Osvaldo voltou à titularidade após tempo afastado por lesão. Focado na recuperação, o atleta reconheceu um rendimento abaixo da crítica na equipe, apontando erros tanto dos homens de defesa como dos de ataque.

Luxemburgo repudia atuação contra Grêmio e cobra jogadores: "Vou resolver internamente"

"Nós não conseguimos jogar e o Grêmio nos colocou na roda. Nós não marcamos e não atacamos, pois foi uma tarde para esquecer. Agora é levantar a cabeça para poder encarar o Avaí. Temos que vencer o jogo, porque as equipes lá de baixo já estão encostando na tabela e isso tem de ser evitado", declarou, sendo completado pelo goleiro Magrão, que promete mais empenho coletivo.

Leão teve tarde ruim e acabou goleado pelo Tricolor Gaúcho na Arena (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)
Leão teve tarde ruim e acabou sendo goleado pelo Tricolor Gaúcho na Arena (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

"É preocupante, mas nós sabemos que temos as condições de reverter essa situação ruim. O campeonato é difícil, tivemos momentos bons e, por isso, não podemos nos abater. A única maneira de voltar a vencer é acreditando e trabalhando. O papel primeiramente é reconhecer que está faltando algo e levantar a cabeça. É hora de nos unirmos e cobrar para reverter isso o mais rápido possível", disse o ídolo rubro-negro.

O jovem meia-atacante Everton Felipe, contudo, ressaltou os erros do grupo. Conhecido por sinceridade e admitindo o momento conturbado vivenciado pelos pernambucanos, a promessa se culpa e cobra maior determinação dos companheiros, classificando o resultado negativo no Rio Grande do Sul como 'vergonha'.

"Nós jogadores sabemos que o momento é complicado. Não podemos jogar dessa maneira e o torcedor do Sport merece maior respeito, mas a culpa não é do treinador. É sim de nós jogadores, que temos que ter caráter, dignidade e jogar bola. Para mim, esse jogo foi uma vergonha, porém agora já aconteceu e a gente não pode voltar atrás", encerrou.

VAVEL Logo