Derrota para o Vitória custa cargo de Micale, que é demitido do Atlético-MG: "Saio chateado"
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

A noite do torcedor do Atlético-MG neste domingo (24) não foi nada agradável. O Galo foi derrotado em casa por 3 a 1 pelo Vitória, no Campeonato Brasileiro, revés que custou o cargo do técnico Rogério Micale. O anúncio de sua saída foi feito logo após o duelo na Arena Independência, depois de uma reunião da diretoria alvinegra com o profissional no vestiário do Horto.

Micale assumiu o Atlético no fim de julho, sucedendo Roger Machado no cargo de treinador da equipe mineira. No comando do Galo, foram 11 jogos, com quatro vitórias, três empates e quatro derrotas. O presidente do Galo, Daniel Nepomuceno, foi quem transmitiu a demissão em coletiva de imprensa.

"Vim anunciar que Micale não é mais treinador nosso. Hoje era jogo decisivo para buscar a vaga na Libertadores, e não posso aceitar perder para o Vitória, por 3 a 1, dentro de casa. É a sétima dentro de casa. Já agradeci no vestiário, veio, conseguiu o grupo com ele, mas é resultado e não podemos brincar com mais nada. Vou marcar essa semana uma coletiva com vocês e peço paciência para conversas. É um momento de despedida, de saída de técnico. É isso", afirmou.

Micale demonstrou gratidão à confiança de Nepomuceno em seu trabalho, mas não deixou de externar insatisfação por não ter alcançado bons resultados. "Quero agradecer ao Daniel, a todos do Atlético. Saio chateado por não conseguir, não faltou trabalho, dedicação. Eu agradeço a todos, saio com sentimento de ter feito meu melhor. Lógico que queria os resultados, mas a gente entende o futebol, a gente entende nossa forma, eu quero agradecer", afirmou.

Quem deve seguir no comando do Galo é o auxiliar Diogo Giacomini. O Atlético foi o primeiro grande desafio da carreira de Rogério Micale à frente de um clube de futebol, uma vez que vinha de trabalhos com a Seleção Olímpica. Ele teve ainda passagem pelo Figueirense, mas foi um trabalho curto na equipe catarinense.

Quando chegou ao Galo, teve alguns compromissos decisivos logo de cara, como a partida de volta das oitavas de final da Libertadores contra o Jorge Wilstermann, da Bolívia, e ainda o duelo diante do Botafogo pelas quartas da Copa do Brasil. Em ambas as competições, o time alvinegro acabou sendo eliminado, restando apenas Brasileirão e Copa do Primeira Liga para os mineiros. No torneio nacional, com a derrota para o Vitória, o Galo caiu para o 11º lugar do Brasileirão, a três pontos da zona de rebaixamento. 

Micale no comando do Atlético

11 jogos - 4 vitórias, 3 empates e 4 derrotas

Campeonato Brasileiro: 3 vitórias, 2 empates e 3 derrotas
Copa do Brasil: 1 derrota
Copa Libertadores: 1 empate
Copa da Primeira Liga: 1 vitória

VAVEL Logo